Esportes

Kannemann desabafa após demissões no Grêmio: “Dá raiva”

Zagueiro argentino

Foto: Lucas Uebel / Grêmio

O ano de 2020 começou de forma bastante turbulenta no Grêmio. Logo no início da pré-temporada, sete funcionários do clube que faziam parte da comissão técnica do elenco profissional, foram desligados. No entanto, a decisão parece que não foi muito bem recebida pelos jogadores gremistas.

Dentre os demitidos, estavam: o preparador físico Rogério Dias, o preparador de goleiros Rogério Godoy, o fisioterapeuta Henrique Valente, os fisiologistas Rafael Gobbato e José Leandro, a nutricionista Katiuce Borges e o assessor de imprensa João Paulo Fontoura.

Nesta sexta-feira, o zagueiro argentino Kannemann concedeu entrevista coletiva e demonstrou extremo descontentamento com a opção tomada pela diretoria gremista. Para o defensor, as mudanças não podem ser consideradas normais. Kannemann aproveitou para elogiar os profissionais, afirmando que os funcionários demitidos demonstravam sentimento pelo clube gaúcho.

“Dá raiva, são pessoas que saem que desde o primeiro momento que cheguei, mostraram o sentimento de ser gremista, a moralidade de ser gremista, o jeito de se comportar, trabalhar e a união. Dá raiva, algumas pessoas como essas ter de sair, e outras que não posso falar o mesmo, que trabalham do outro lado, que cada atitude que tomam não representam essa camisa. Vem acontecendo faz tempo. Não considero uma mudança normal, com pessoas que deram tanto pelo clube. Acontece, o clube vai continuar. Mas não queria deixar de passar isso que aconteceu e vem acontecendo faz um tempo.”, declarou.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
26 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »