Esportes

Luiz Phillipe Muralha revela dificuldades para deixar a Arábia Saudita durante a pandemia

Volante formado nas categorias de base do Flamengo busca soluções para deixar o país; toque de recolher é rigoroso

Por Marcos Coelho

No Oriente Médio, a rotina também foi afetada durante a pandemia do novo coronavírus. Recentemente, alguns brasileiros conseguiram, através de voo fretado, voltaram ao Brasil. No entanto, muitos seguem em países, como a Arábia Saudita, ainda sem saber quando retornarão. Um destes é o volante Luiz Phillipe Muralha, formado nas categorias de base do Flamengo.

“O cenário deu uma mudada nesses dias. Cerca de trinta brasileiros conseguiram, por conta própria, voltar ao Brasil. Mas ainda restam cerca de 150 e cada um está vendo como faz com voo fretado para Etiópia ou Frankfurt (na Alemanha). Ainda estamos sem apoio das embaixadas, tanto a brasileira quando a da Arábia. Estamos aguardando um voo, ansiosos, mas já está clareando e estamos vendo opções de fretar para a Etiópia e depois para São Paulo”, comentou o volante do Al-Hazem.

O futebol na Arábia Saudita também está parado e no país há um toque de recolher rigoroso em razão da pandemia do novo coronavírus. Por lá, o toque de recolher tem início às 15h e as atividades só voltam à normalidade às 6h da manhã do dia seguinte. Confira na íntegra a participação do atleta na edição da última sexta-feira do Giro Esportivo, na Super Rádio Tupi.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
26 de Novembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »