Copa do Brasil

Passeio! Flamengo é atropelado pelo Athletico-PR no Maracanã e dá adeus ao título da Copa do Brasil

Nikão, duas vezes, e Zé Ivaldo fizeram os gols da classificação paranaense

Por Bruno Gentile

Flamengo tem mais uma péssima atuação e perde por 3 a 0 para o Athletico-PR, dando adeus à Copa do Brasil
(Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

Decepção por um lado, passeio e alegria por outro! Em mais um jogo de péssima atuação – inclusive, sem sequer marcar gols -, o Flamengo não conseguiu furar o sistema defensivo adversário, perdeu por 3 a 0 para o Athletico-PR, nesta quarta-feira (27), no Maracanã, pelo duelo de volta da semifinal da Copa do Brasil, e, rodeado por cerca de 30 mil torcedores, dá adeus ao título do torneio de mata-mata. Nikão, duas vezes, na etapa inicial, e Zé Ivaldo, já nos acréscimos, construíram a classificação do Furacão. No final da partida, o técnico Renato Gaúcho ainda acabou bastante criticado e hostilizado pelos gritos vindo das arquibancadas.

No primeiro tempo, o Rubro-Negro carioca até dominou com ampla facilidade as principais ações do confronto e buscou, como de costume, uma postura ofensiva, acuando os visitantes. Porém, o mesmo problema de outras derrotas e tropeços do time da Gávea voltou a ocorrer: a dificuldade em infiltrar zagas bem postadas e compactadas em suas áreas. E foi aproveitando esse ponto fraco dos donos da casa que a equipe de Curitiba fez 1 a 0. Aos 9 minutos, o árbitro assinalou pênalti de Filipe Luís em Renato Kayzer e Nikão, com perfeição, converteu a cobrança no canto esquerdo de Diego Alves.

Os comandados de Renato Gaúcho seguiram pressionando e exercendo a chamada blitz na frente. Entretanto, alguns jogadores pareciam não estar em um dia inspirado e o clube do Rio mostrava-se agoniado em campo, em clara sinuca de bico para balançar a rede e reverter o quadro negativo, até então. Depois de tanto resistir, o Athletico-PR conseguiu ampliar a vantagem e calar o Maracanã, justamente utilizando-se da estratégia de jogo a que se propôs : sair nos contra-golpes com velocidade. Aos 52, nos acréscimos, Kayzery tocou na faixa direita para Nikão, que dominou e chutou cruzado, de direita. Diego Alves aceitou, a bola resvalou nas mãos do goleiro e entrou de mansinho na baliza flamenguista.

Na volta do intervalo, o panorama não se transformou. Inclusive, o domínio e a posse do Flamengo foi maior em comparação à etapa inicial. Mas os obstáculos anteriores continuaram no caminho dos cariocas e, com o passar do cronômetro, a torcida ficou mais impaciente e os jogadores passaram a errar muitos passes, dando claros sinais de nervosismo e psicológico abalado. Enquanto isso, o Furacão segurou-se no setor defensivo, parou jogadas com falta, quando necessário, e contou com ótimas atuações de Thiago Heleno e Pedro Henrique para afastar o perigo. Aos 43, os paranaenses, em novo contra-ataque, fechou o caixão e fez o 3 a 0. Pedro Rocha protegeu na esquerda, segurou, girou e enfiou nas costas de Rodrigo Caio para Zé Ivaldo. O zagueiro aparou e finalizou no cantinho de Diego Alves.

Últimos vídeos do Mengão


recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
02 de Dezembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Na Companhia Do Garcia
« Programa Anterior
04:00 - Show do Mário Belisário
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »