Esportes

Uma tristeza banir público, mas saúde é prioridade, diz presidente do Comitê organizador dos Jogos Olímpicos

Seiko Hashimoto afirmou que prioridade no momento é evitar surtos ligados à competição

Por Redação Tupi

(Foto: Charly Triballeau / AFP)

Um dia após anúnciar que a maioria das instalações das Olimpiadas de Tóquio não terão público, a chefe da organização do evento, Seiko Hashimoto, afirmou que a prioridade no momento é evitar surtos ligados à competição.

“São decisões muito tristes. Entendemos que havia pessoas muito empolgadas com a possibilidade de assistir aos Jogos Olímpicos, mas era necessário tomar medidas duras”, disse ela.

Hashimoto contou que, com a ausência de público nas arenas, pode ser que voluntários sejam remanejados ou até mesmo dispensados. Contudo, o tema segue em discussão e não há decisão.

“Entendemos que eles passaram por treinamentos e estão preparados, mas a prioridade é manter todos seguros. A preparação tinha de ser feita presumindo que os espectadores viriam, não havia como agir de maneira diferente. A decisão foi tomada ontem e não houve tempo para avaliar. Temos muitos desafios pela frente”, acrescentou.

Na quinta-feira (8), o governo de Tóquio anunciou que a região entrará em novo estado de emergência a partir da próxima segunda-feira (12). O período de restrições vai até o dia 22 de agosto.

Em caso de diminuição dos casos na cidade, os organizadores poderão rever as restrições. Ainda há a possibilidade de os Jogos Paralímpicos, que terão início no dia 24 de agosto, serem abertos a um pequeno número de torcedores. A decisão será tomada no dia 16 de julho.



Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Julho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Francisco Barbosa
« Programa Anterior
12:00 - Patrulha da Cidade
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »