Coronavírus

Vice-presidente geral do Fluminense, Celso Barros, critica encontro de Flamengo e Vasco com Jair Bolsonaro

Dirigente classificou a situação como "enorme desserviço à população"

Por Redação Tupi

Foto: Lucas Merçon/Fluminense

O vice-presidente geral do Fluminense, Celso Barros, foi mais um a criticar nas redes sociais a pressão de Vasco e Flamengo pela volta do futebol. Médico pediatra e ex-presidente da Unimed Rio, ele também já havia criticado o parecer do Ministério da Saúde que liberava a volta do futebol.

O posicionamento se deu após o encontro entre Rodolfo Landim e Alexandre Campello (presidentes de Flamengo e Vasco respectivamente) com Jair Bolsonaro para tratar sobre esse assunto.

Confira o texto de Celso Barros na íntegra:

“Hoje tomamos conhecimento de uma reunião em Brasília, dos presidentes do Flamengo e do Vasco, com o presidente Jair Bolsonaro.

Certamente ocorreu uma discussão sobre a volta do futebol no Brasil. Esses clubes, que tem um enorme número de torcedores, passaram para todos discurso contrário, a princípio, ao distanciamento social. Esta tem sido uma defesa do Governo Federal, que é contrária a todas as lideranças mundiais.

No Rio de Janeiro, que é a base desses dois clubes, as mortes não param de crescer. Em entrevista, o prefeito do Rio diz que não poderão existir treinos e convida os clubes a ouvirem a Bia, que contraiu o COVID-19 e graças a Deus já se recuperou. Bia era ou é a Secretária Municipal de Saúde. Salientou ainda que ela é rubro-negra.

Com todo o respeito, penso que o Vasco e o Flamengo prestaram um enorme desserviço à população carioca e brasileira, ao procurarem endossar que tudo isso não passa de uma “gripezinha” e que, no caso deles, significa retornar as atividades, desrespeitando os atletas, funcionários e suas famílias.

Que Deus nos proteja!”

Celso Barros está afastado dos atos políticos do Fluminense desde o ano passado após episódios negativos com o elenco que lutava contra o rebaixamento. Por outro lado, ainda usa sua influência na busca por patrocinadores.

Além de Celso Barros, o Botafogo também já havia criticado o encontro e a queda de braço para a volta do futebol através de Carlos Augusto Montenegro, um dos principais membros do comitê gestor do clube.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
04 de Junho de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Pedro Augusto
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »