Coronavírus

Southampton é o primeiro clube da Inglaterra a cortar salários

Jogadores e comissão técnica vão diminuir parte dos vencimentos por três meses

Por Bruno Almeida

(Foto: Reprodução/Instagram)

O Southampton se tornou o primeiro clube da Inglaterra a anunciar mudanças salariais, devido a crise econômica gerada pela pandemia do coronavírus. O clube informou, nesta quinta-feira (09/04), que vai cortar parte dos salários dos jogadores e comissão técnica por três meses, começando em abril.

A medida vai permitir que os outros trabalhadores do clube recebam os salários completos. De acordo com o comunicado oficial, o objetivo da determinação é “ajudar o futuro do clube, dos demais funcionários e da comunidade que servimos”.

Recentemente, a Premier League, liga organizadora do Campeonato Inglês, fez um pedido aos jogadores para que eles reduzissem 30% dos salários. A proposta foi recusada. A alegação feita pelo sindicato dos atletas para a recusa foi de que o governo perderia mais de 200 milhões de libras (mais de R$ 1,312 bilhão) em impostos, o que gerou diversas críticas. Em seguida, eles criaram um fundo de ajuda ao sistema de saúde britânico.

O Campeonato Inglês está paralisado desde o dia 13 de março. Inicialmente, a competição iria retornar no dia 4 de abril. Depois, a Premier League estendeu o prazo para o dia 30 de abril, mas o último comunicado informou que a competição não tem um dia determinado para retornar. Ao todo, já foram realizadas 29 rodadas e o Southampton ocupa a 14ª colocação.

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
31 de Maio de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »