Botafogo

Com gols nos acréscimos, Flamengo e Botafogo empatam em 1 a 1 no Maracanã

Pedro Raul marcou um golaço de voleio e Gabigol, de pênalti, no último minuto, igualou o clássico, válido pela sexta rodada do Brasileirão

Por Bruno Almeida

(Foto: Reprodução/Alexandre Vidal/Flamengo)

Flamengo e Botafogo se enfrentaram neste domingo, no Maracanã, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Os times entraram em campo em situações distintas na competição. Enquanto o rubro-negro tinha vencido apenas uma vez, com duas derrotas e um empate, o glorioso estava invicto e vinha de uma vitória contra o então líder, Atlético-MG. O resultado, entretanto, não agradou nenhum dos dois lados. Com gols nos acréscimos de Pedro Raul e Gabigol, o clássico terminou empatado em 1 a 1.

Vindo de uma atuação em que o time foi muito criticado, Domènec Torrent optou por fazer alterações na equipe para o clássico. O pressionado treinador tirou Arrascaeta e Gérson, para botar Pedro Rocha e Diego. Já na lateral-direita, ainda sem Isla e com João Lucas machucado, o jovem Matheuzinho ganhou a vaga. Já Autuori não contou com Luiz Fernando, emprestado para o Grêmio até o fim do ano que vem. Além disso, o técnico mudou bastante. Pedro Raul e os laterais Barrandeguy e Danilo Barcelos começam no banco. Na direita, Kevin foi o titular. O treinador optou pela formação com três zagueiros, com Benevenuto, Kanu e Forster.

O Flamengo começou melhor, pressionando o Botafogo. Aos 11, Matheuzinho chutou com força de fora da área, obrigando Gatito a fazer grande defesa. Aos 23, Pedro Rocha, principal nome rubro-negro do primeiro tempo, fez linda jogada na esquerda e cruzou na cabeça de Bruno Henrique, na pequena área, que testou com força, mas o goleiro defendeu bem de novo.

Então, Botafogo começou a conseguir explorar o contra-ataque. Aos 26, Caio Alexandre deu lindo lançamento para Luís Henrique, que achou Kevin dentro da área na direita. O lateral cruzou rasteiro de volta para o camisa 7, na pequena área, sem goleiro, mas o jovem ponta chutou por cima do gol, perdendo uma chance incrível. Aos 30, Guilherme Santos deu belo passe para Luís Henrique, que encontrou Honda perto da entrada da área. O meia japonês bateu de primeira, cruzado, e a bola tirou tinta da trave. O Flamengo ainda assustou com finalização de fora da área de Gabigol, mas Gatito defendeu novamente.

O segundo tempo caiu muito de nível. Os times quase não criaram. Autuori tentou mudar. Botou o centravante Pedro Raul no lugar do zagueiro Forster, além de colocar os laterais Barrandeguy e Danilo Barcelos nas vagas de Kevin e Caio Alexandre, aos 15.  Em seguida, Torrent também alterou. Tirou Rodrigo Caio, lesionado, Pedro Rocha e Diego, botando Thuler, Vitinho e Thiago Maia.

Aos 29, o Flamengo balançou as redes. Bruno Henrique desabou, Filipe Luís rolou para Gabigol que botou para o fundo das redes. Entretanto, o juiz, após ser chamado pelo VAR, anulou o gol, devido a um toque de mão no começo da jogada. O rubro-negro ainda arriscou duas vezes. A primeira com Bruno Henrique, aos 43, parando na defesa de Gatito, e a segunda aos 44, com Arão de fora da área.

Entretanto, foi o Botafogo quem, de fato, abriu o placar. O time só tinha chegado com perigo uma vez no segundo tempo, com Luís Henrique chutando cruzado para fora. Mas, depois de uma sequência de escanteios, Danilo Barcelos cruzou, a bola sobrou para Pedro Raul, que deu um voleio lindo, estufando as redes, aos 47 minutos. Um verdadeiro golaço. Parecia que seria o gol da vitória.

Então, aos 51 minutos, Vitinho chutou de dentro da área, Gatito defendeu com os pés e, na sobra, dentro da pequena área, com o goleiro caído, Gabigol chutou no travessão. O rebote sobrou para Bruno Henrique, que bateu com força. Marcelo Benevenuto se jogou na frente e a bola bateu no braço do defensor. Após checagem no VAR, o juiz marcou pênalti. Gabigol cobrou e empatou a partida, no último lance do jogo.

Com o empate, o Flamengo chegou a 5 pontos e assumiu momentaneamente a 12ª posição. Já o Botafogo atingiu 6 pontos e continua na 8ª colocação. Na próxima rodada, o rubro-negro encara o Santos, no domingo (30/08), às 16h, na Vila Belmiro. No mesmo horário, mas no sábado, o glorioso enfrenta o Internacional, no Estádio Nilton Santos. Antes, o alvinegro enfrenta o Paraná, no Durival Britto, na quarta-feira (26/08), às 19h, pela terceira fase da Copa do Brasil. No jogo de ida, o time carioca venceu por 1 a 0.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Setembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Cidinha Livre
« Programa Anterior
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »