Esportes

Kayke entra na Justiça contra o Fluminense cobrando mais de R$ 800 mil

Valores são referentes a passagem do atleta pelo clube no segundo semestre de 2018

Por Redação Tupi

Foto: Mailson Santana/Fluminense

Vivendo um momento complicado durante a pandemia do novo coronavírus, o Fluminense tem mais um problema para se preocupar. Isso por que o atacante Kayke, ex-jogador do clube, entrou na Justiça cobrando mais de R$ 800 mil reais entre valores de verbas rescisórias, FGTS, multas e outros honorários. Ainda não há data para a audiência.

Confira:

R$ 315.555,55 referente a dois salários atrasados (de dezembro de 2018 e 13º) e férias;

R$ 69.617,77 de não recolhimento de FGTS, acrescido dos juros e correções;

R$ 160.000,00 de multa pelo não pagamento das verbas rescisórias no prazo legal;

R$ 157.777,77 de multa pelo não pagamento das verbas incontroversas (sobre salário, 13º e férias);

R$ 105.442,66 pelo pagamento de 15% dos honorários sucumbenciais.

Ao todo, são cobrados do Fluminense R$ 808.393,75. Kayke vestiu a camisa do Tricolor no segundo semestre de 2018, disputando nove jogos, cinco como titular a não marcou gols. Atualmente, é atleta do Qatar SC.

Desde o ano passado, o Fluminense também foi alvo de outras ações movidas por ex-jogadores, como o goleiro Júlio César, o lateral-direito Lucas, o meia Claudio Aquino, além da dívida com o Independente Del Valle, pelas compras de Sornoza e Orejuella em 2016.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
30 de Maio de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
21:00 - Show de Bola
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »