Coronavírus

Médico da FIFA quer cartão amarelo para quem cuspir no gramado, após o retorno do futebol

Michel D’Hooghe afirma que, além de não ser higiênico, "é uma boa maneira de espalhar o vírus"

Por Bruno Almeida

(Foto: Reprodução/Twitter)

O presidente do Comitê Médico da FIFA, Michel D’Hooghe, acredita que quando o futebol retornar, após o fim da paralisação da pandemia do novo coronavírus, algumas medidas punitivas vão ter que ser feitas nas partidas, para garantir a saúde dos atletas. Uma delas é bem curiosa. Em entrevista ao jornal inglês “Daily Telegraph”, o especialista se mostrou a favor de dar um cartão amarelo ao jogador que cuspir dentro do campo.

– É uma prática comum no futebol e pouco higiênica. Por isso, quando o futebol voltar, penso que deveríamos evitá-la ao máximo. A questão é se isso será possível. Talvez com um cartão amarelo. (Cuspir) Não é higiênico e é uma boa maneira de espalhar o vírus. E essa é uma das razões pelas quais temos de ter muito cuidado antes de a bola voltar a rolar. Não sou pessimista, mas neste momento sou muito cético relativamente a isso.

Michel D’Hooghe já manifestou preocupação com o retorno do futebol em outros momentos. O  presidente do comitê médico da FIFA pediu, no começo do mês, cautela na tomada de decisões sobre o regresso das competições, mesmo com portões fechados, uma vez que “é impossível que os jogadores respeitem uma distância de 1,5 m entre si”.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Junho de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »