Internacional

Coreia do Norte volta a fazer lançamentos de mísseis

A nota oficial acrescenta que tanto autoridades da Coreia do Sul como as dos Estados Unidos estão analisando as informações disponíveis para identificar os mísseis lançados

Por Redação Tupi

A nota oficial acrescenta que tanto autoridades da Coreia do Sul como as dos Estados Unidos estão analisando as informações disponíveis para identificar os mísseis lançados
(Foto: Reprodução)

Nesta quinta-feira, militares sul-coreanos informaram que a Coreia do Norte lançou dois mísseis de tipos ainda não identificados a partir de sua costa leste. Segundo o Conselho do Estado-Maior da Coreia do Sul, os lançamentos foram feitos nas proximidades da cidade de Wonsan e rumo ao mar, com uma trajetória de 430 quilômetros.

“Nossas Forças Armadas estão monitorando de perto a situação”, disse o órgão em comunicado citado pela agência sul-coreana de notícias Yonhap. Um dos mísseis foi disparado às 5h34, no horário local, e o outro, 23 minutos depois.

A nota oficial acrescenta que tanto autoridades da Coreia do Sul como as dos Estados Unidos estão analisando as informações disponíveis para identificar os mísseis lançados. Ainda segundo o comunicado, os dois mísseis caíram em águas do Mar do Japão, chamado de Mar do Leste pelas duas Coreias. O último lançamento de mísseis pelos norte-coreanos havia ocorrido em maio e foi supervisionado pessoalmente pelo líder Kim Jong-un.

De acordo com a agência estatal de notícias norte-coreana KCNA, Kim, ao lado de comandantes do programa de mísseis do país, teria inspecionado na terça-feira um submarino recém-construído. Esse foi o primeiro lançamento de um míssil pela Coreia do Norte desde o encontro entre Kim e o presidente americano, Donald Trump, na zona desmilitarizada entre as duas Coreias no final de junho.

Os dois estão negociando o encerramento do programa nuclear do país asiático. Na ocasião, Trump se tornou o primeiro presidente americano em exercício a pisar em território norte-coreano. O novo encontro foi o mais recente marco na instável diplomacia entre ambos os países nos últimos dois anos, com Trump chamando Kim de “pequeno homem-foguete” e ameaças de destruição por parte da Coreia do Norte.

Aquele foi o terceiro encontro entre os presidentes dos dois países, depois da cúpula de Cingapura, em junho de 2018, e do encontro de Hanói, no Vietnã, em fevereiro passado, que terminou abruptamente após divergências entre os líderes.

recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
18 de Novembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Na Companhia Do Garcia
« Programa Anterior
04:00 - Show do Mário Belisário
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
13:10 - Show do Pedro Augusto
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Patrulha da Cidade
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »