Internacional

Hipopótamos de Pablo Escobar devem ser abatidos, alertam cientistas

Reprodução dos animais poderá afetar outras espécies e também os humanos, segundo alguns especialistas

Por Redação Tupi

(Foto: Reprodução)

Os “hipopótamos da cocaína”, animais que pertenceram ao narcotraficante Pablo Escobar devem ser abatidos, disseram cientistas.

Os profissionais da ciência temem que os animais, que se reproduzem na bacia do rio Magdalena, na Colômbia, possam arruinar o habitat natural do país.

Após a morte de Escobar, a maioria dos animais do zoológico particular dele foi realocada, mas acredita-se que os quatro hipopótamos escaparam. Desde então, o número de animais vem crescendo. Estima-se que haja entre 80 e 100 descendentes dos ex-animais de estimação de Escobar.

Se a situação não for controlada, isso poderá afetar outras espécies animais e também os humanos, segundo alguns especialistas.

“Esses hipopótamos se tornaram parte da identidade local. Mas o tempo esta se esgotando”, afirmou David Echeverri Lopez, ambientalista que trabalha para o governo colombiano.

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Fevereiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »