Coronavírus

Cremerj abre sindicância investigar caso de médico que ameaçou paciente com pistola

Caso aconteceu em Clínica da Barra da Tijuca

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Reprodução/PCERJ)

O Conselho Regional de Medicina abriu uma sindicância para apurar o caso de um médico que foi preso após ameaçar um paciente com uma arma em uma clínica, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, na tarde de quinta-feira. O procedimento, segundo o conselho, é sigiloso, e segue as normas do Código de Processo Ético Profissional. Em nota o conselho ressalta:  “O Cremerj reitera que é, veementemente, contrário a qualquer tipo de violência e que a boa prática da Medicina depende do bom relacionamento entre médico e paciente”.

Segundo o paciente, o médico pneumologista Enio Pires Studart sacou uma arma durante uma discussão. De acordo com a Polícia Civil, a vítima relatou que marcou uma consulta após ser infectada com o coronavírus e continuar passando mal após dois meses. Durante a consulta, o médico teria questionado a qualidade do teste, o que teria gerado a confusão. Enio , então, teria pego uma mochila e sacado uma pistola para ameaçar o paciente.

Na 16ª DP (Barra da Tijuca) foi constatado que o pneumologista possuía um revólver, uma pistola, um soco inglês, duas facas, um carregador de pistola e munições dentro do carro. Ele foi autuado pela prática dos crimes de ameaça e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Agosto de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »