Brasil

Maioria do Supremo rejeita queixa-crime do Greenpeace contra ministro do Meio Ambiente

Maioria dos ministros seguiu o voto da relatora, Cármen Lúcia, pela rejeição da ação

Por Marcos Antonio de Jesus

( Foto: Marcos Rodrigues/ Agência Brasil)

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal votou pela rejeição de uma queixa-crime do Greenpeace contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. O Greenpeace acionou o STF por entender que foi alvo de difamação do ministro, que acusou a ONG de ter sido responsável pelo derramamento de óleo em Praias do Nordeste.

Na ocasião, o ministro afirmou, por meio de uma rede social, que o Greenpeace deveria explicar a razão de ter navios próximos ao litoral quando as manchas de óleo surgiram, e classificou a ONG como “ecoterroristas”, “terroristas” e “Greenpixe”. A maioria dos ministros seguiu o voto da relatora, Cármen Lúcia, pela rejeição da ação.

Ela reafirmou que o Supremo tem entendimento consolidado de que a prática dos crimes de injúria e calúnia somente é possível quando a vítima é pessoa física. A ministra ainda acrescentou que os fatos narrados pelo Greenpeace configuram injúria e não difamação.

 

 

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
18 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Francisco Barbosa
« Programa Anterior
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »