Meio ambiente

São Gonçalo libera licença ambiental para instalação de placas de energia solar

Profissionais da Secretaria de Meio Ambiente visitaram primeiro empreendimento a adotar placas fotovoltaicas no município

Por Redação Tupi

São Gonçalo libera licença ambiental para instalação de placas de energia solar
(Foto Lucas Alvarenga/Prefeitura de São Gonçalo)

Uma equipe técnica do setor de licenciamento ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de São Gonçalo realizou uma visita na empresa Kovalent do Brasil Ltda. A fábrica, do ramo de reagentes de diagnósticos, é a primeira corporação do município da Região Metropolitana do Rio a receber licença de instalação para implantação da estação de energia solar.

“Pudemos visitar uma empresa de ponta, onde 80% da energia consumida vem do sistema de captação de energia solar. A implementação desse sistema é de suma importância, visto que a energia híbrida gera gases de efeito estufa, fato que não acontece com a energia captada pelas placas solares. Através desta visita, queremos incentivar outras empresas do município para que possam se espelhar nesse exemplo e adotem fontes de energia mais limpas”, declarou o secretário de Meio Ambiente, Carlos Afonso Pereira Rosa, que acompanhou a visita.

“Essa visita marca o início do licenciamento para empreendimentos que desejam fazer uso da energia solar e esperamos que muitas empresas tenham a mesma atitude. Estamos estimulando o uso de energia limpa e dispostos a ajudar no que for necessário”, afirmou o analista em Meio Ambiente, José Antonio Batista da Silva.

A empresa conta com uma área total ocupada pelo sistema de geração de energia solar de 552,4m², com potência de geração de 72 kW. A usina solar funciona sete dias por semana com operação remota.

“O primeiro ponto que focamos foi no benefício ambiental, pois nossa empresa tem como foco a questão sustentável e estamos trabalhando com afinco nessa área. Além disso, também pensamos economicamente, pois estamos gerando uma economia significativa para a empresa, especialmente nesse cenário pandêmico onde tivemos queda de receita. Estimamos ter uma economia de R$ 120 mil anuais na nossa conta, o que representa em torno de 80% do nosso consumo anual com energia. Também avaliamos um retorno de investimento em torno de três anos e meio do valor inicialmente investido”, afirmou Bruno Porto, coordenador de logística da Kovalent do Brasil Ltda.

Ainda de acordo com o coordenador, em 20 anos, a empresa terá economizado 146.640.00 litros de água, deixando de emitir 16.619 Kg de CO2 na atmosfera. A fábrica também utiliza a técnica de desmineralização a partir da captação da água de caminhões pipas. Esse processo oferece baixo custo de implantação e manutenção e busca purificar a água a partir da extração de minerais, íons e metais pesados contidos na água.

A título de compensação ambiental, a Kovalent doou 21 mudas de árvores a partir de dois metros de altura que serão plantadas no município. A visita contou ainda com a participação da técnica de apoio especializado/saneamento e meio ambiente, Isabela Priscylla Lalanne; os diretores da Kovalent, Jorge Alves Janoni e João Paulo Alves Janoni; a gerente industrial, Andrea Araujo; e o gerente de projeto, Leonardo Alves.

As condições de validade da licença da empresa já foram vistoriadas pelo fiscal de meio ambiente a partir do trabalho de pós licença, setor vinculado à Coordenação de Fiscalização Ambiental, responsável pelo acompanhamento e controle da instalação e operação das atividades licenciadas, com observância e revisão dos procedimentos e das condicionantes da Licença Ambiental.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Setembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Fala Garotinho
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
09:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Samba Social Clube
15:00 - Show da Galera
21:00 - Botequim do Mister
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »