Mundo

Dez países oferecem ajuda para apurar queda de avião em Teerã

De acordo com a Agência Brasil, os Estados Unidos, a Austrália, o Canadá e o Reino Unido, não têm dúvidas de que um míssil foi a causa da tragédia

Por Agência Brasil

(Foto: Reprodução / Internet)

Vários países já se ofereceram como voluntários para ajudar a esclarecer as causas da queda do Boeing 737-800, da Ukraine International Airlines, que caiu, nesta quarta-feira (8), em Teerã, no Irã.

De acordo com a Agência Brasil, as causas ainda estão sendo apuradas, mas os Estados Unidos, a Austrália, o Canadá e Reino Unido, não têm dúvidas: um míssil foi a causa da tragédia, que provocou a morte de 176 pessoas.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, vai discutir as circunstâncias da queda do avião com o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo. Os dois governantes têm conversa marcada para esta sexta-feira (10).

Zelensky reafirmou, na manhã desta sexta-feira (10), que é possível que o aparelho tenha sido abatido por um míssil. No entanto, o chefe de Estado lembra que essa hipótese ainda não está totalmente confirmada.

O Irã desmente a teoria e convidou peritos norte-americanos para participar da investigação do desastre.

recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
26 de Janeiro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Bola em Jogo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »