Brasil

Deputado afirma que pedirá a PGR para investigar Bolsonaro após comentários sobre nordestinos

Em café da manhã, o presidente falou para o ministro-chefe da Casa Civil sobre os governadores do nordeste

Por Redação Tupi

Após a fala de Jair Bolsonaro sobre os governadores do nordeste, o vice-líder do PCdoB na Câmara, deputado federal Márcio Jerry (MA), anunciou que pedirá à PGR (Procuradoria-Geral da República) que investigue o presidente, pelas declarações.

O presidente afirmou para o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni: “Dentre os (ou aqueles) governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara”.

O comentário de Bolsonaro rendeu muitas críticas por parte do governo e entre os militares.

“Representarei à PGR para apurar cometimento de crime comum, neste caso crimes de ameaça, contra a honra e racismo [em referência ao uso da palavra “paraíba”, expressão pejorativa contra nordestinos usada no Rio de Janeiro]. Irei analisar também a existência de crime de responsabilidade”, diz Jerry.

“O presidente Jair Bolsonaro parte para agressões e ameaças aos governadores do Maranhão, Flávio Dino, e da Paraíba, João Azevêdo. Agride dois Estados, revela uma vez mais sua arrogância. Agride de novo a democracia, se mostrando totalmente despreparado para o exercício da presidência”, alega o parlamentar.

Já os parlamentares que compõem a bancada maranhense no Congresso publicaram um manifesto no qual prestam solidariedade ao governador Dino. Eles afirmam que “não é aceitável na democracia que um presidente da República determine a um ministro de Estado perseguição a um ente federado por questões políticas”.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
29 de Novembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Bola em Jogo
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »