Brasil

Ex-ministra do governo Lula, Nilcéa Freire perde batalha contra câncer e morre aos 66 anos

Articuladora na promulgação da Lei Maria da Penha, ela também foi a primeira mulher a ocupar o cargo de reitora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Por Redação Tupi

Articuladora na promulgação da Lei Maria da Penha, ela também foi a primeira mulher a ocupar o cargo de reitora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
(Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)

Faleceu no último sábado, vítima de um câncer, a ex-ministra Nilcéa Freire, aos 66 anos. Médica, professora e pesquisadora foi dirigente da Fundação Ford no Brasil e a primeira mulher a ocupar o cargo de reitora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), entre os anos de 2000 e 2004. Também foi Secretária Especial de Políticas para as Mulheres, de 2004 a 2011, no governo do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT).

Durante o período como ministra, esteve à frente do processo de discussão e articulação para a promulgação da Lei Maria da Penha, cuja implementação seguiu defendendo mesmo após deixar a pasta, integrando o grupo de interlocução da Organização das Nações Unidas, a ONU Mulheres Brasil, sobre a avaliação da implementação da lei. Além disso, defendeu  a flexibilização das leis relacionadas ao aborto e articulou a generalização do serviço “disque-denúncia mulher”.

“Foi uma mulher decisiva em uma série de agendas pelos direitos das mulheres brasileiras em colaboração com as mulheres do mundo. Exemplar no exercício de funções públicas, deixa legado honroso. É uma inspiração para muitas mulheres e meninas no Brasil e no mundo”, disse, em nota, a representante da ONU Mulheres Brasil, Anastasia Divinskaya.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
22 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »