Celebridades

Filho de Luciano Camargo diz que não vê o pai há três anos

Wesley Camargo divulgou carta aberta para falar sobre o afastamento entre os dois

Por Ana Paula Portuguesa

Luciano e o filho Wesley Camargo (Foto: Reprodução/Instagram)

Wesley Camargo, filho do cantor Luciano, da dupla com Zezé, publicou uma carta de desabafo nas redes sociais falando sobre o afastamento entre eles. “Oi, pai. Não sei se a gente vai se reencontrar nessa vida. Lembrei de um poema do Ferreira Gullar e queria, de alguma forma, que ele chegasse a ti”, postou Wesley, se referindo a um texto sobre esquecimento.

Em entrevista ao jornal EXTRA, Wesley, que trabalha como corretor de imóveis em Goiânia, informou que não fala com o pai desde 2017 por conta de um desentendimento familiar e disse que gostaria de fazer as pazes com o cantor.

A relação dos dois é conturbada há vários anos. Em 2014, Wesley foi detido e precisou contar com a ajuda do pai, que pagou R$ 10 mil em fiança para ele responder em liberdade sobre a acusação de agressão à esposa, Thais Franga. Desde então, os dois têm se visto com menos frequência e o cantor já chegou a criticá-lo pelo comportamento inadequado.

Veja a carta aberta do filho do Luciano ao pai:

CARTA ABERTA

Oi pai, eu não sei se a gente vai se reencontrar…. nessa vida! Eu lembrei de um poema do Ferreira Gullar. É eu queria de alguma forma chegasse a ti.

O poema diz assim:

” • Quando você fosse embora, homem branco como a neve, ME LEVE!

– Se acaso ocê não possa me carregar pela mão….homem branco de coração de neve….me LEVE no coração!!!!

– Se no coração não possa, por acaso me levar, homem de sonho e de neve….me LEVE em seu lembrar!

-Mas se aí também não possa por tanta coisa que LEVE já viva em teu pensamento……Homem meu pai branco de neve…. ME LEVE…………….NO SEU ESQUECIMENTO!!

 

 


Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
16 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Nenhuma programação disponível
« Programa Anterior
21:00 - Show de Bola
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »