Celebridades

‘Me socava enquanto dormia’ Isis de Oliveira desabafa após ser vítima de agressão

Atriz presta queixa contra o marido e revela que já tinha sido agredida outras vezes

Por Ana Paula Portuguesa

Isis e o marido (Foto: Reprodução/Instagram)

Isis de Oliveira, modelo e atriz, irmã de Luma de Oliveira, prestou queixa nesta quarta-feira (22) na 12ª DP (Copacabana), no Rio de Janeiro, contra o marido, o egípcio Hazem Roshdi, com quem é casada há seis anos. Em entrevista ao site à Universa do site UOL, ela explicou que os episódios de violência física se tornaram recorrentes nos últimos meses, mas que essa semana, pela primeira vez, sentiu medo de ser assassinada.

Isis e Claudia Raia em cena nos anos 80 (Foto: Reprodução/TV Globo)

Isis, 69 anos, relembrou que a primeira vez que prestou queixa contra o marido foi em 2017, quando ele a empurrou com violência e, na queda, ela teve um sangramento do supercílio. “Percebi que a situação era séria quando senti o quente do sangue. Ele também ficou apavorado e colocou gelo. Na ocasião, fui para o hospital e relatei o que aconteceu na delegacia. Mas fui boba, acreditei quando ele disse que não vivia sem mim e voltamos”, conta Isis na entrevista.

Ela contou ainda que a quarentena fez com que a situação em casa se tornasse mais tensa. “Tenho mais de 60 anos, faço parte do grupo de risco. Não estava saindo de casa nem para colocar o lixo. Mas ele saía, ficava três, quatro horas na rua e voltava sem dar explicações. Com isso, foi ficando cada vez mais nervoso. Um dia puxou o colchão onde eu estava com força. Eu caí e ele veio para cima de mim com o travesseiro. Além disso, em quatro ocasiões diferentes acordei com ele me dando socos nas costas”.

Isis de Oliveira (Foto: Reprodução/Instagram)

Percebendo que a situação estava se agravando, Isis começou a conversar com amigas sobre o que estava acontecendo, entre elas, a atriz Luíza Brunet. “Ontem, percebi que ele estava saindo do controle. Chutou o ventilador, depois o computador. Foi ficando cada vez mais agressivo e disse, olhando nos meus olhos, que rasgaria a minha cara e botaria fogo na casa. Foi a primeira vez em que senti medo de morrer”, conta Isis que em seguida mandou uma mensagem com a palavra SOS para Luiza, que chamou a polícia.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
01 de Junho de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Cidinha Livre
« Programa Anterior
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »