Rio

Anta reintroduzida em reserva ambiental fluminense ajuda no repovoamento em região onde espécie já foi considerada extinta

Novo bebê da espécie Tapirus terrestris foi visto caminhando pelas matas do Parque Estadual dos Três Picos, na Região Metropolitana

Por Redação Tupi

Anta (Foto: Divulgação)

As equipes dos projetos ANTologia, Guapiaçu e Refauna, que trabalham com reintrodução e monitoramento de fauna e reflorestamento de áreas de Mata Atlântica no Estado do Rio de Janeiro, estão em festa.

Às vésperas do Dia da Anta, comemorado em 27 de abril, eles descobriram um novo bebê da espécie Tapirus terrestris caminhando pelas matas do Parque Estadual dos Três Picos, na Região Metropolitana. Ele é o primeiro filhote da anta Jasmin, nascida no zoológico de Guarullhos (SP) e solta na reserva em outubro de 2020, quando tinha um ano e meio de idade.

Imagens capturadas pelo monitoramento feito pelo Projeto Antologia patrocinado por Furnas, mostram Jasmin e o bebê, nascido provavelmente no mês de janeiro, caminhando à noite pela floresta.

“Esse é mais um momento incrível para o projeto. É o terceiro filhote que nasce na natureza nessa região, sinal que a reintrodução está caminhando bem. Os animais só conseguem se reproduzir quando o ambiente é adequado para eles”, diz o professor do IFRJ Maron Galliez, coordenador da reintrodução de antas.

A espécie de anta da qual Jasmim faz parte foi extinta há mais de 100 anos no Estado do Rio de Janeiro devido à caça predatória e ao desmatamento. A reintrodução na região dos Três Picos teve início em 2017, com a chegada de três animais.

Devido à parceria entre os projetos Guapiaçu (patrocinado pela Petrobras e pelo Governo Federal) e Refauna, foram devolvidos ao habitat natural 14 antas. Inclusive já há registros de que outros dois filhotes nasceram livres na região. Apesar de seis animais terem morrido, os restantes estão adaptados e também contam com o apoio dos moradores do entorno da reserva.

O objetivo da parceria entre os projetos é restaurar as relações ecológicas perdidas com o desaparecimento de mamíferos silvestres na Mata Atlântica.

Conhecidas como “jardineiras da floresta”, as antas têm uma dieta que inclui frutas de diferentes tamanhos e uma enorme habilidade de dispersar sementes.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Maio de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Francisco Barbosa
« Programa Anterior
12:00 - Patrulha da Cidade
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »