Modal

Caso Marielle: STJ manda investigação contra Domingos Brazão para o TJRJ

Em 2019, Brazão foi citado como um dos "possíveis mandantes" do duplo homicídio

Por Redação Tupi

(Foto: Reprodução)

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) mandou o Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ) julgar o processo em que o ex-deputado estadual Domingos Brazão (MDB) e outras quatro pessoas são acusados de tentar atrapalhar as investigações do assassinato da vereadora Marielle Franco (Psol) e do motorista Anderson Gomes.

O ministro Raul Araújo, relator do caso no STJ, que decidiu enviar para o TJRJ. “Acata-se a manifestação do Ministério Público Federal de declinação da competência desta Corte, determinando-se a remessa dos autos à Justiça Estadual do Rio de Janeiro (Tribunal de Justiça), para distribuição à vara competente para o seu processamento, conforme as regras de distribuição locais”, diz trecho da decisão.

Em 2019, Brazão foi citado como um dos “possíveis mandantes” do duplo homicídio. Segundo os investigadores, duas fontes ligadas ao caso teriam confirmado a informação.

A então procuradora-geral da República Raquel Dodge denunciou Brazão em 17 de setembro do ano passado – último dia dela no comando da PGR. A acusação é que Brazão “plantou” uma falsa testemunha – o policial militar Rodrigo Ferreira, o Ferreirinha – na investigação da Polícia Civil do Rio sobre a morte de Marielle e Anderson.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
14 de Agosto de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Tupi na Rede
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »