Jornalismo

Ex-PM envolvido no caso Marielle é condenado por posse ilegal de arma

Investigações apontam que Élcio dirigiu o carro usado na noite do crime. Ex-PM já está preso há mais de 1 ano e meio

Por Diana Rogers

Ex-PM Élcio de Queiroz (Foto: Divulgação / Tribunal de Justiça)

O ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz, preso desde março do ano passado, por envolvimento na morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, foi condenado a cinco anos de prisão por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e posse ilegal de arma de uso permitido.

Um ano após o assassinato da vereadora os policiais apreenderam, na casa do ex-PM, duas pistolas, carregadores e munição. Além disso, oito balas de fuzil também foram encontradas no carro de Élcio.

Como o ex-PM já está preso há mais de 1 ano e meio, o juiz determinou que a pena seja cumprida em regime aberto. No entanto, Élcio não será solto porque está preso preventivamente no processo que investiga os assassinatos de Marielle e Anderson.

Segundo as investigações, Élcio dirigiu o carro usado na noite do crime, no dia 14 de março de 2018. O outro acusado, Ronnie Lessa, é apontado pelo Ministério Público como o responsável pelos tiros que mataram a vereadora e o motorista.

Pelos assassinatos, os dois serão julgados por um júri popular que ainda não tem data marcada.

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
31 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Ele & Ela
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
08:00 - Show do Heleno Rotay
22:00 - Giro Esportivo
11:00 - Samba Social Clube
12:00 - Bola em Jogo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »