Conecte-se conosco

Capital Fluminense

Exército apura morte de candidata durante teste físico no Rio

Ingrid Balbino de Sousa Coelho Vieira, de 30 anos concorria ao cargo de oficial da área de odontologia

Publicado

em

Jovem participava de um teste de aptidão física no Colégio Militar, na Zona Norte do Rio

O Comando Militar do Leste apura quais foram as causas da morte da candidata cargo de Oficial Temporário do Exército, Ingrid Balbino de Sousa durante um teste de aptidão física, no Colégio Militar, no bairro da Tijuca, na Zona Norte do Rio.

Por meio de nota, o CML confirmou que o teste físico da jovem que estava agendado para às 8h de quarta-feira (22), só foi realizado às 14h30. Ainda de acordo com a nota, durante a execução de uma das etapas de avaliação de condicionamento físico dos candidatos, Ingrid começou a se sentir mal.

Ela chegou a ser socorrida para uma Unidade de Pronto Atendimento mas não resistiu e morreu durante a noite do incidente. A jovem que sonhava entrar para as forças armadas concorria a uma vaga para oficial temporário de Odontologia. O corpo de Ingrid foi enterrado na tarde da última sexta-feira (24), no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste do Rio.

A seguir, a nota da assessoria do CML:

“A Seção de Comunicação Social do Comando Militar do Leste (CML) informa que na tarde de quarta-feira, 22 de junho, a participante do processo seletivo para Oficial Temporário do Exército (OTT), Ingrid Balbino de Sousa Coelho Vieira, passou mal durante a execução de uma das fases do processo. A candidata recebeu os primeiros socorros no local e foi conduzida à Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Durante a noite, o quadro de saúde da candidata se agravou e ela veio a óbito.

Foi aberto um processo administrativo para apurar as circunstâncias do ocorrido.

Cabe ressaltar que o CML está prestando todo o apoio necessário a família”.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.