Rio

Familiares de Marielle Franco realizam coletiva de imprensa para cobrar respostas sobre o crime

Neste sábado (14) completam dois anos da morte da vereadora e do motorista Anderson Gomes

Por Diana Rogers

Mãe, pai, filha e irmã de Marielle Franco. Foto: Diana Rogers/ SUPER RÁDIO TUPI

Neste sábado (14), completam dois anos da morte da vereadora Marielle Franco e do motorista dela Anderson Gomes. Para marcar a data e pressionar as autoridades para responderem às perguntas não respondidas sobre esse crime, diversas atividades estão agendadas no Museu de Arte do Rio, na Praça Mauá, no Centro.

Entre as presenças confirmadas, está a mãe de Mariele Franco, Marinete da Silva, e a diretora executiva da Anistia Internacional Brasil, Jurema Wernec. Elas disseram ter sentido alívio com a prisão de dois envolvidos no crime, mas que ainda há muito o que ser feito já que o mandante ainda está solto.

Jurema disse que o assassinato de Marilene provocou mudanças nas investigações da polícia na solução de crimes:

Na última sexta feira, a anistia internacional se reuniu com governador Wilson Witzel e repensáveis pela investigação e prometeram abrir um canal de diálogo direto com a anistia e familiares das vítimas.

Por conta do coronavírus, o ato em homenagem a Marielle e Anderson, que estava marcado para este sábado, foi suspenso.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
29 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Nenhuma programação disponível
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »