Rio

Governo do Rio anuncia reforma de 24 UPAs e promete investimento de R$ 41 milhões

Cronograma das obras prevê três etapas, com oito unidades por vez

Por Redação Tupi

UPAs
Cronograma das obras prevê três etapas, com oito unidades por vez
(Foto: Mauricio Bazilio/Governo do Rio)

O Governo do Rio irá iniciar, nesta quinta-feira (12), a reforma de 24 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estaduais. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, esta será a maior reforma nessas estruturas desde a criação do modelo em 2007. A medida conta com um investimento de cerca de R$41 milhões e tem como objetivo melhorar o serviço prestado à população, além de aprimorar as condições de trabalho dos profissionais de saúde.

“As intervenções estruturais que o governo do estado vai começar a realizar, neste momento, em oito UPAs de diferentes regiões do Rio dão a dimensão da importância da saúde para nossa gestão como uma prioridade para todos os fluminenses. Vamos recuperar as unidades para entregar um serviço público de saúde com ainda mais qualidade”, afirmou o governador Cláudio Castro.

O cronograma das obras, conduzidas pela Fundação Saúde, prevê três etapas. Oito UPAs entrarão em obra por vez. Durante a reforma, as unidades não serão fechadas. Para isso, a unidade será dividida em três setores. Apenas o setor que estiver passando pelas melhorias será interditado e o atendimento, transferido para outra área.

Pacientes internados serão transferidos para outras unidades que atendam suas necessidades clínicas. A previsão é que as obras de cada grupo de oito UPAs levem em média dois meses para serem concluídas. O primeiro grupo que passará pela reforma inclui as unidades de Botafogo, na Zona Sul; Ricardo de Albuquerque, na Zona Norte; Realengo, Campo Grande I e Campo Grande II, na Zona Oeste; Nova Iguaçu I e Nova Iguaçu II, na Baixada Fluminense; e Campos, no interior do estado.

“O Estado do Rio de Janeiro foi pioneiro na implantação das UPAS no Brasil. As obras, com um custo de R$1,7 milhão por unidade, é o maior investimento já feito em reforma de todos os tempos pela secretaria. São recursos alocados que têm por finalidade melhorar as condições de atendimento à população e de trabalho aos profissionais”, ressaltou o secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe.

Na UPA Botafogo, as intervenções externas já começaram com a revitalização do seu entorno. Os muros já foram pintados, além da recuperação dos jardins. As obras no interior também terão início na próxima quinta-feira.

“Todo cuidado foi tomado para que o atendimento ao usuário não seja prejudicado. Para isso, as intervenções nas UPAs acontecerão em etapas, minimizando o impacto”, frisou João Ricardo da Silva Pilotto, diretor executivo da Fundação Saúde.

Na segunda fase da reforma, as obras serão realizadas nas UPAs Irajá, Tijuca e Marechal Hermes, na Zona Norte; Copacabana, na Zona Sul; Jacarepaguá, Santa Cruz e Bangu, na Zona Oeste; e Mesquita, na Baixada Fluminense. No último grupo, serão revitalizadas as unidades Engenho Novo e Ilha do Governador, na Zona Norte; Itaboraí e Niterói, na Região Metropolitana; SEAP, na Zona Oeste; Queimados, na Baixada Fluminense; e São Pedro D’Aldeia, no interior do estado. A previsão é que a reforma total seja concluída até o fim do ano.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
11 de Maio de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »