Rio

Jovens mortos por policiais em Belford Roxo são sepultados nesta segunda-feira

Jordan Luiz Natividade, de 18 anos, e Edson De Souza Junior, de 20 anos, foram assassinados após uma abordagem policial na Baixada Fluminense

Por Diana Rogers e Victor Yemba

(Foto: Diana Rogers/ Divulgação: Super Rádio Tupi)

Sob forte comoção, foram sepultados na tarde desta segunda-feira (14) no Cemitério da solidão, em Belford Roxo, os corpos dos amigos Jordan Luiz Natividade, de 18 anos, e Edson De Souza Junior, de 20 anos, mortos após uma abordagem policial, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Mais de cem pessoas, entre amigos e familiares das vítimas compareceram aos sepultamentos. Amigos de infância de Édson vestiram camisas estampadas com o rosto da vítima.

Édson e Jordan foram mortos na madrugada deste sábado (12). Imagens de câmeras da região obtidas pelos próprios familiares das vítimas  mostram policiais militares abordando a dupla que passava de moto. Os jovens caem no chão e, em seguida, os dois são colocados na viatura. As vítimas foram encontradas mortas a Cerca de 4 km do local da abordagem. O cabo Júlio Cesar Ferreira dos Santos e o soldado Jorge Luiz Custódio da Costa foram presos em flagrante. Foi decretada prisão preventiva dos agentes.

Durante o velório do Édson, a mãe do jovem, Renata de Oliveira, pediu justiça. “A troco de que ele fez aquela covardia com meu filho? Eles tiraram um pedaço de mim. Eles foram covardemente assassinados pelos policiais. Eu quero dizer pra vocês que a justiça tem que ser feita”.

O porta voz da Pm, Ivan Blaz, reprovou a atitude dos pms que sequer comunicaram a abordagem a um superior. “A gente consegue ver no vídeo uma ordem de parada que não é obedecida. A moto quase acerta o policial, passa muito próximo a ele. Há um tiro também errado disparado pelo policial e os jovens caem. Essa ocorrência ainda assim deveria ter sido comunicada, porém, no momento que os adolescentes entram no carro e, a partir daí, são encontrados mortos, temos uma ação muito grave. Principalmente por sabermos que isso não foi comunicado ao escalão superior”.

Em depoimento, os Pms negaram terem atirado, mas, apesar das imagens revelarem o contrário, a perícia encontrou vestígios de sangue no chão do local e nos tapetes da viatura. As armas dos policiais foram recolhidas para pericia. A Delegacia de Homicídios da Baixada investiga o caso.

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Pedro Augusto
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »