Modal

Ministério Público denuncia 6 pessoas por agressão à médica que se queixou de festa no Grajaú

Entre os denunciados está um policial militar que possui carro avaliado em R$ 200 mil

Por Marcelo Silva

Reprodução / Portal Grande Tijuca

O Ministério Público do Rio denunciou 6 pessoas pelas agressões à médica, Ticyana D’Azambujja, que reclamou de uma festa no bairro do Grajaú, Zona Norte do Rio, durante a quarentena.

Nesta sexta-feira (02), o MP anunciou que finalizou o inquérito que apurava o ato de violência praticado por um grupo de pessoas, contra a médica que atuava na linha de frente no combate à covid-19. No total foram denunciados cinco homens e uma mulher que podem responder pelo crime de lesão corporal grave.

Foram denunciados:

– Rafael Martins Presta

– Rafael Del Giudice Ferreira

– Rodrigo Lima Pereira

– Luis Claudio dos Santos

– O PM, Luiz Eduardo dos Santos Salgueiro

– Ester Mendes de Araujo

 

De acordo com o inquérito do MP, Ticyana foi agredida por mais de 10 minutos, enquanto era pisoteada e recebia vários golpes desferidos pelos agressores.  O pedido do MP pode ser acatado pela Justiça do Rio em até cinco dias.

Segundo o inquérito do MP, o denunciado Rafael Presta jogou a vítima violentamente no chão, momento em que ela bateu com os joelhos e teve uma das mãos pisoteadas.

 

Entre os denunciados está o sargento do Batalhão de Choque da Polícia Militar, Luiz Eduardo Salgueiro. O agente era o proprietário do carro de luxo quebrado por Ticyana, que originou o episódio de agressão. Segundo os promotores, o valor do carro, avaliado em R$ 200 mil, chamou a atenção do Ministério Público.

Procurada, a Polícia Militar afirmou que o policial Luiz Eduardo Salgueiro continua afastado das ruas.

O episódio aconteceu no dia 31 de maio. À época a médica afirmou que o som da festa era tão alto que chega a fazer vibrar os vidros do seu apartamento.

Ticyana relatou à Polícia Civil que estava cansada de acionar a polícia por causa das festas promovidas na casa no Grajaú em meio à pandemia do coronavírus. Devido às agressões, Ticyana Azambuja, de 35 anos, precisou colocar parafusos no joelho.

 

Comentários
enquete

Quem você acha que é o favorito para levar o título da Supercopa do Brasil?

Carregando ... Carregando ...


AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
11 de Abril de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Domingo Show
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
08:00 - Show do Pedro Augusto
22:00 - Giro Esportivo
11:00 - Samba Social Clube
12:00 - Bola em Jogo
06:00 - Ele & Ela
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »