Conecte-se conosco

Rio

Ministro do STF suspende operações policiais nas comunidades do Rio

Recentemente moradores de comunidades foram mortos durante incursões policiais

Publicado

em

Foto: Carlos Alves Moura

Foto: Carlos Alves Moura

Foi decidido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin nesta sexta-feira (5) a suspensão referente a realização de operações policiais em comunidades do Rio de Janeiro durante este período de pandemia do coronavírus.

Com isso,  as operações só vão poder ocorrer em casos excepcionais. A polícia ainda deverá justificar as medidas por escrito ao Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, órgão responsável pelo controle externo da atividade policial.

“Defiro a medida cautelar incidental pleiteada para determinar que, nos casos extraordinários de realização dessas operações durante a pandemia, sejam adotados cuidados excepcionais, devidamente identificados por escrito pela autoridade competente, para não colocar em risco ainda maior a população, a prestação de serviços públicos sanitários e o desempenho de atividades de ajuda humanitária”, disse o ministro.

Recentemente moradores de comunidades foram mortos durante operações policiais realizadas no estado do Rio. João Pedro, de 14 anos, morreu após ser atingido durante uma operação no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.