Conecte-se conosco

Patrulhando a Cidade

Motorista de ônibus é sequestrado em São Gonçalo

Segundo o Sindicato dos Rodoviários de Niterói a Arraial, ação foi uma represália após a empresa Auto Ônibus Alcântara se recusou a transportar um grupo para uma partida de futebol a pedido de traficantes. A empresa nega

Publicado

em

Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira, o Sindicato dos Rodoviários de Niterói a Arraial do Cabo (Sintronac) denunciou que um motorista de ônibus foi sequestrado, ameaçado e agredido por traficantes na manhã de domingo. De acordo com informações, a ação teria sido uma represália, depois que bandidos exigiram da empresa o veículo para levar um grupo a uma partida de futebol. As informações foram divulgadas pelo site O Dia.

Segundo o sindicato, a empresa teria se recusado e o grupo armado foi ao ponto final das linhas, no Mundel, em São Gonçalo, sequestrou um ônibus e o levou para o interior da comunidade. Os proprietários da empresa negam a versão da (Sintronac). “O motorista conduziu o veículo até o local e encontra-se bem”, declarou em nota. A linha só voltou a operar normalmente às 8h desta segunda-feira.

Ainda de acordo com o presidente do Sintronac, Rubens dos Santos Oliveira, a vítima, que teve sua identidade preservada, foi intimidada e levou tapas. Ele não soube dizer por quanto tempo o motorista ficou com os criminosos. “Ele sofreu agressão verbal e foi intimidado. Está muito abalado psicologicamente”, conta. Mas afirma que o rodoviário receberá apoio médico, psicológico e jurídico do sindicato.

Segundo Oliveira, em 2018, foram 450 motoristas afastados por consequência de estresse pela violência urbana nos treze municípios em que o sindicato atua. O Sintronac enviou ofício nesta segunda-feira ao 7° BPM (Alcântara) no qual solicita reforço de policiamento urgente nas localidades do Mundel, Vista Alegre e São Pedro, em São Gonçalo.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.