Rio

PF faz operação contra desembargadores e advogados ligados ao governador afastado Wilson Witzel

Investigação apura o pagamento de vantagens indevidas a magistrados que, em contrapartida, teriam beneficiado integrantes do esquema criminoso

Por Cyro Neves

(Foto: Cyro Neves / Super Rádio Tupi)

Já estão na cadeia, dois ex-presidentes do Tribunal Regional do Trabalho do Rio, os desembargadores José da Fonseca Martins Júnior e Fernando Zorzenon da Silva. Outros dois desembargadores também estão presos, Marcos Pinto da Cruz e Antônio Carlos Azevedo Rodrigues.

Todos acusados de esquema criminoso no período do Governo Wilson Witzel, recebendo propinas em troca de manobras jurídicas entre o governo e empresas, principalmente organizações sociais com os contratos da saúde.

Outro preso nesta operação da Polícia Federal e do Ministério Público Federal é o advogado de Wilson Witzel, Manoel Messias Peixinho. Ele foi preso junto com a mulher, Sônia Regina Dias Martins.

Ao todo, 11 mandados de prisão e 26 de busca e apreensão são cumpridos. Todos os presos foram encaminhados para da Polícia Federal, no Centro do Rio. Os crimes cometidos por eles são: Organização Criminosa, lavagem de dinheiro e corrupção.

Wilson Witzel foi afastado do cargo em agosto do ano passado, por ordem do ministro Benedito Gonçalves. Em setembro, a ordem foi referendada pela Corte Especial do STJ. A primeira denúncia oferecida contra o governador já foi recebida por unanimidade pelos ministros da Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça.

Comentários
enquete

Quem você acha que é o favorito para levar o título da Supercopa do Brasil?

Carregando ... Carregando ...


AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
10 de Abril de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Francisco Barbosa
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
15:00 - Show da Galera
21:00 - Show de Bola
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »