Celebridades

Polícia abre inquérito sobre possível uso de documento falso por mulher de Rennan da Penha

Lorena Vieira relatou ter sofrido racismo ao tentar movimentar sua conta no Banco Itaú

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução/ Instagram

De acordo com informações da 22ª DP (Penha), foi instaurado um inquérito policial para apurar a denúncia da mulher do DJ Rennan da Penha, Lorena Vieira, sobre crime de racismo que teria ocorrido em uma agência bancária do Itaú.

Ainda segundo a unidade, está sendo apurado também se houve uso de documento falso por ela, o que teria motivado o acionamento de uma equipe da Polícia Civil. Nas consultas preliminares, os dados de nome, filiação, data de nascimento e numeração da identidade apresentada pela jovem batiam com os dados do sistema. Entretanto, após resultado de laudos periciais do ICCE e IIFP foi possível constatar que o documento era falso e que a digital encontrada na cédula não pertence a jovem.

Além disso, informações colhidas junto ao Detran confirmaram que a cédula de identidade não foi emitida oficialmente pelo órgão e a fotografia existente no documento questionado não corresponde à existente nos bancos de dados oficiais.

As investigações da Polícia Civil prosseguem e a delegacia aguarda o resultado de outras pesquisas e perícias solicitadas e realizará novas oitavas de testemunhas nos próximos dias.

Na manhã desta quinta-feira, A influenciadora e empresária Lorena Vieira relatou ter sofrido racismo ao tentar movimentar sua conta no Banco Itaú, em uma agência do Rio de Janeiro.

O banco Itaú se pronunciou por meio do Twitter sobre o caso:

 

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Fevereiro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »