Capital Fluminense

Polícia Civil prende Ecko, chefe da maior milícia do Rio de Janeiro

Miliciano estava na casa de parentes, no bairro de Paciência, na Zona Oeste, e foi baleado durante a ação

Por Marcelo Silva

Wellington da Silva Braga, o Ecko
Wellington da Silva Braga, o Ecko (Foto: Divulgação / Polícia Civil)

Wellington da Silva Braga, conhecido como Ecko, chefe de uma das maiores milícias que atuam no Estado do Rio foi preso, na manhã deste sábado (12), na comunidade Três Pontes, em Paciência, na Zona Oeste da Capital Fluminense.

Ecko teria sido baleado durante ação dos policiais civis na região. Ele era o responsável por comandar a milícia que domina parte da Zona Oeste do Rio e algumas regiões da Baixada Fluminense e que explora diversas atividades econômicas nas comunidades.

Uma recompensa de R$ 10 mil estava sendo oferecida para quem tivesse informações que levassem a prisão de Ecko.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações iniciaram há seis meses pela Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (CRCPim), que concluiu que a data era ideal para capturar o miliciano.

A Operação Dia dos Namorados foi coordenada pela Subsecretaria de Planejamento Operacional.

A milícia comandada por Ecko agora está presente em 20 bairros da capital e outros seis municípios da Baixada Fluminense e da Costa Verde.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
31 de Julho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Roberto Canazio
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
10:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Samba Social Clube
15:00 - Show da Galera
21:00 - Botequim do Mister
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »