Capital Fluminense

Polícia civil prende homem que matou investidor de criptomoedas na Região dos Lagos

Luiz Fillipe Vieira Cherfan Tavares, vulgo Branquinho ou Playboy, foi preso na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio

Por Redação Tupi

Suspeito próximo do local do homicídio de Wesley, em agosto
Suspeito próximo do local do homicídio de Wesley, em agosto (Foto: Reprodução)

A Polícia Civil prendeu, na manhã desta quinta-feira (21), o acusado de matar o investidor em criptomoedas Wesley Pessado. Ele foi morto, no dia 4 de agosto, em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos.

De acordo com a especializada, Luiz Felipe Vieira Cherfan Talvares, conhecido como “Branquinho” ou “Playboy”, de 29 anos, estava escondido em um residência localizada na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio. Ele foi localizado após análise de dados de inteligência , obtidos em uma investigação sobre o tráfico de drogas no Complexo da Maré,

Wesley Pessano, de 19 anos, era investidor de criptomoedas
Wesley Pessano, de 19 anos, era investidor de criptomoedas (Foto: Reprodução)

Contra Luiz Felipe já havia um mandado de prisão preventiva em aberto expedido pela 2ª Vara Criminal de São Pedro da Aldeia. Ele também é investigado por ter ligações com o narcotraficante Thiago da Silva Folly, o TH.

Com a prisão de Branquinho, chegou a sete o número de prisões de envolvidos no caso da morte do investidor de criptomoedas. Agora, apenas Fabio Natan do Nascimento encontra-se foragido.

Crime aconteceu no meio da tarde e assustou os moradores da localidade, em São Pedro da Aldeia, no RJ
Crime aconteceu no meio da tarde e assustou os moradores da localidade, em São Pedro da Aldeia, no RJ (Foto: Reprodução)


recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
30 de Novembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Tupi na Rede
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »