Jornalismo

Porta-voz da PM do RJ é exonerada do cargo após atacar repórter em vídeo

Determinação partiu do governador em exercício, Cláudio Castro. Apesar da medida, a policial segue no quadro de oficiais da Corporação

Por Redação Tupi

(Foto: Reprodução)

A porta voz da polícia militar do rio de Janeiro, a tenente coronel Gabryela Dantas foi exonerada, nesta quarta-feira (10), após a publicação de um em vídeo em que a oficial faz ataques a um jornalista dos jornais Extra e O Globo.

O vídeo, publicado nas redes sociais da Secretaria de Polícia Militar, faz severas críticas a uma reportagem sobre o envolvimento de policiais na morte das meninas Rebeca, de 7 anos, e Emily, de 5, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A exoneração aconteceu após pedido do governador em exercício, Cláudio Castro. Mesmo com a exoneração e o afastamento do cargo de porta-voz, Gabryela Dantas segue como oficial da Polícia Militar.

Em nota, a Editora Globo, responsável pelos jornais Extra e O Globo afirmou que “repudia os ataques feitos pela Polícia Militar do Rio de Janeiro, que, por meio de um vídeo oficial, classificou o repórter, responsável pela matéria, como inimigo da corporação e incentivou a população a divulgar o vídeo”.

A Super Rádio Tupi procurou a Polícia Militar do Rio de Janeiro que ainda não se posicionou sobre o caso.

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Isabele Benito
« Programa Anterior
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »