Capital Fluminense

[EXCLUSIVO] Porteiro morto após confusão com motoboy foi vítima de racismo antes de ser agredido

Jorge José Ferreira foi chamado de macaco e crioulo safado

Por Marcelo Silva

(Foto: Reprodução)

Uma fonte ligada à família do porteiro Jorge José Ferreira afirmou que o funcionário de um condomínio de luxo na Barra da Tijuca foi alvo de ofensas racistas proferidas pelo motoboy , Vinicius Gomes, de 31 anos.

A informação foi confirmada pelo filho do porteiro que morreu aos 58 anos. A família revela que Jorge José contou ter sido chamado de macaco e crioulo safado pelo motoboy no dia da confusão.

Ainda de acordo com os familiares, o porteiro passou os primeiros dias de sua internação no Hospital Miguel Couto, no Leblon, na Zona Sul do Rio, envergonhado pelo fato de ter sido covardemente agredido.

A briga entre o porteiro e o entregador Vinicius Gomes foi motivada por causa do uso do elevador social. O caso aconteceu na noite do dia 29 de março. A vítima, que teve traumatismo craniano, ficou seis dias internada e morreu no último fim de semana.

Jorge José Ferreira foi enterrado na última segunda-feira, 5, no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste da Capital Fluminense.

Comentários
enquete

Rodolffo Matthaus mereceu ser eliminado do BBB21?

Carregando ... Carregando ...


AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
07 de Abril de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »