Região Metropolitana

São Gonçalo permanece com baixo risco de transmissão da Covid-19

Município avalia indicadores epidemiológicos a cada semana

Por Redação Tupi

imagem de pessoas andando na rua
(Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

Os índices que medem o nível de contaminação pelo coronavírus em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio,  foram mantidos na semana 34, correspondente a semana entre os dias 22 e 28 de agosto. Com isso, São Gonçalo continua com baixo nível de contaminação e se mantém na fase amarelo 1.

Como na semana anterior, a variação de pacientes internados e variação de óbitos obtiveram quatro pontos cada e a ocupação de leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) adulto, ocupação de leitos de enfermaria e a porcentagem dos casos notificados nas duas últimas semanas não pontuaram.

Os resultados positivos são reflexo da vacinação contra a doença, que já alcançou os adolescentes com mais de 14 anos e já vacinou quase 700 mil pessoas com a primeira dose ou dose única.

O esforço da Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil continua para levar os imunizantes para toda a população, ampliando locais de vacinação e levando vacinas para os bairros mais distantes através do ônibus da Cruz Vermelha. As ações estão diminuindo os números de internações e mortes na cidade.

Embora a vacinação evite a forma mais agressiva da doença, ela não evita a contaminação. Por isso, é necessário que todos os gonçalenses continuem respeitando todas as medidas sanitárias de prevenção, como uso de máscaras, isolamento social e higienização das mãos com água e sabão ou álcool em gel.

Na semana 34/2021, os indicadores apontaram 35% de ocupação de leitos de UTI adulto, não contabilizando. Na semana anterior, eram 25% (0 ponto). A ocupação de leitos de enfermaria ficou em 38%. Na semana anterior ficou em 33% (0 ponto). A variação de óbitos pelo Coronavírus ficou com 1,07 e obteve quatro pontos.

Na semana anterior eram 1,36 (quatro pontos). A variação de pacientes internados ficou em 1,05, somando quatro pontos. Na semana anterior foi 1,08, obtendo quatro pontos. E, por último, a porcentagem dos casos da covid-19 notificados ficou em -32% (0 ponto). Na semana anterior foi de 7% (0 ponto).

Para ter a fase de risco determinada são avaliados cinco indicadores, que são: capacidade de leitos de UTI, capacidade de leitos de enfermaria, variação de óbitos por covid-19, variação de novos casos e variação de pacientes internados.

Dependendo dos números do sistema municipal de saúde, o município vai contando pontos. Com o total, a cidade é colocada em uma fase. São cinco no total, sendo o amarelo 1 (fase 1) – o de risco mais baixo (variação de 0 a 9 pontos) e o vermelho escuro (fase 5) com maior risco de contaminação (com pontuação maior que 40).

É importante ressaltar que as avaliações de confirmação de óbitos sofrem alterações, diariamente e que podem ser referentes a datas retroativas devido ao processo de investigação da Vigilância Epidemiológica com base em resultados dos testes realizados pelos pacientes.

Desde o fim de julho, a Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil inclui nos boletins diários da doença, novos casos de óbitos – a maioria registrado em 2020 e início deste ano em outras cidades e que não tinham sido contabilizados anteriormente.

Devido a esta inclusão de óbitos em outros municípios em meses anteriores, os números das mortes estão em crescimento, mas não refletem a atual realidade da pandemia no município.

 



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
17 de Setembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »