Conecte-se conosco

Rio

Ricardo Lodi recebe título de cidadão niteroiense: ‘Muito honrado’

Professor de Direito Financeiro da UERJ foi responsável por promover uma série de ações de inclusão na universidade enquanto esteve à frente da Reitoria, entre janeiro de 2020 a março de 2022

Publicado

em

Ricardo Lodi
Ricardo Lodi recebe título de cidadão niteroiense: 'Muito honrado' (Foto: Divulgação)

A Câmara Municipal de Niterói concedeu o título de cidadão niteroiense ao jurista e ex-reitor da Uerj, Ricardo Lodi, na manhã dessa segunda-feira (16). Professor de Direito Financeiro da Faculdade de Direito da Uerj, Lodi foi responsável por promover uma série de ações de inclusão na Universidade do Estado do Rio de Janeiro, enquanto esteve à frente da Reitoria, entre janeiro de 2020 a março de 2022.

Nesse período, ele quintuplicou o investimento em políticas de permanência estudantil, beneficiando mais de 30 mil alunos em todo o estado fluminense, com auxílios para alimentação, transporte, creche, material didático, uniforme, entre outros, bem como instituiu benefícios contemplando técnicos e servidores na áreas de saúde, educação e transporte.

“Muito honrado em receber o título de cidadão niteroiense, pois este é  um lugar que me traz memórias especiais,  tanto de projetos realizados como também  de  grandes amizades. Agradeço a todos os vereadores da casa, à  minha amiga Verônica Lima,  e principalmente a todos  os professores,  técnicos e estudantes da Uerj, que me ajudaram a expandir essa luta por uma universidade mais inclusiva, plural e democrática”, declarou Ricardo Lodi.

A homenagem, que foi organizada pela vereadora Verônica Lima,  contou com a presença do secretário municipal de Assistência Social e Economia Solidária de Niterói, Helton Teixeira,  do reitor da Uerj, Mário Sérgio Carneiro, da pró-reitora de Extensão e Cultura da Uerj, Cláudia Gonçalves, do pró-reitor de Pós-Graduação e Pesquisa, Luiz Mota, do professor da UFF,  Luiz Rojo, do diretor da UNE, Marcos Teixeira, dos presidentes do PT do município do Rio e de Niterói, Tiago Santana e Anderson Pipico, além  do reitor do IFRJ, Rafael Almada, agraciado com a medalha José Clemente na mesma sessão solene, entre outros.

“Seguimos na luta por uma educação pública, laica, gratuita, de excelência e referenciada socialmente”, afirmou Lodi.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.