Rio

Rio terá campanha permanente contra assedio em estádios de futebol

A norma vai permitir que mulheres assediadas tenham acesso às câmeras de segurança para identificar o agressor

Por Redação Tupi

Foto: Wellington Campos.

Estádios de futebol deverão ter campanha permanente contra o assédio e a violência sexual. É o que determina a Lei 8.743, da deputada Dani Monteiro (PSol), que foi sancionada pelo governador Wilson Witzel e publicada pelo Diário Oficial do Executivo, nesta quinta-feira (05/03).

De acordo com a norma, a campanha permitirá que as mulheres assediadas nos estádios tenham acesso às câmeras de segurança para identificar o momento da agressão, efetivando a denúncia nos órgãos públicos. Também deverão ser divulgados, durante os eventos esportivos, informações sobre o assédio e a violência sexual, como políticas públicas praticadas pelo Estado e os telefones de órgãos de acolhimento às vítimas. Essa divulgação deverá ser feita através de cartazes ou durante os intervalos das partidas nos autofalantes, telões ou qualquer outro meio de informação e comunicação.

“Podemos verificar que a maior parte do público feminino nos estádios é de mulheres jovens. Dessa forma, a lei possibilita que esses equipamentos sejam mais do que espaços de diversão e lazer. Haverá conscientização e suporte contra o assédio e a violência que atinge a mulher”, justificou a autora.

Comentários
enquete

Os quatro maiores clubes do Rio se sairão melhor na segunda rodada do carioca?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Março de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »