Rio

Rio terá Plano Municipal de Liberdade Religiosa

Programa criado pela Coordenadoria de Diversidade Religiosa da Prefeitura vai envolver diversas secretarias do município

Por Redação Tupi

Márcio Dodds
Márcio Dodds Righetti Mendes, Coordenadoria de Diversidade Religiosa da Prefeitura do Rio (Foto: Divulgação)

O novo coordenador da Coordenadoria de Diversidade Religiosa da Prefeitura do Rio, Márcio Dodds Righetti Mendes, o Babalorixá Márcio de Jagun, anunciou, ao assumir o cargo, a criação de um Plano Municipal de Liberdade Religiosa para combater a intolerância, que atinge principalmente as religiões afro-brasileiras.

Professor de filosofia e cultura iorubá, o advogado especialista em Direitos Humanos, com ênfase em legislação relativa à liberdade religiosa, ressaltou que o objetivo é promover o comprometimento e capacitar os agentes públicos sobre o exercício da liberdade religiosa assegurada pela Constituição Federal e reforçada por leis estaduais e municipais. De acordo com o coordenador de Diversidade Religiosa, o plano municipal de Liberdade Religiosa vai envolver algumas das principais secretarias e órgãos da Prefeitura do Rio, como a Guarda Municipal e as Secretarias de Saúde e Educação. “A intolerância religiosa acontece no nosso território há 500 anos e o nosso desafio é no cotidiano trabalhar para que as políticas  públicas possam instruir a máquina do Estado sobre os direitos e deveres do cidadão em relação ao tema. O exercício dessa liberdade deve ser realizada no cotidiano e a política municipal é a mais próxima do cidadão no seu dia a dia”, disse o representante.

O Babalorixá Márcio Jagun lembrou ainda que historicamente os adeptos da Umbanda e do Candomblé, por exemplo, são as maiores vítimas de preconceito religioso, embora à intolerância seja uma realidade para todas as religiões de matrizes africanas no Brasil. Ele destacou  que cabe ao poder público implementar políticas para mudar esse cenário.

Segundo o Babalorixá, o trabalho de capacitação prevê ações multidisciplinares  sobre liberdade religiosa a serem  realizadas com agentes das áreas de  educação,  saúde,   cultura e  segurança, que no âmbito do município é de responsabilidade da Guarda Municipal.

Ao assumir a Coordenação da Diversidade Religiosa  às vésperas de uma série de atividades organizadas pelo órgão para marcar o Dia  Nacional de Combate à Intolerância Religiosa e I Semana Carioca da Diversidade Religiosa, criada por uma lei de autoria do vereador Átila  Nunes (DEM), o Babalorixá Márcio Jagun afirmou que tem mantido o diálogo com lideranças dos diferentes segmentos religiosos que atuam no Rio e a proposta é tornar permanentes as ações discutidas para avançar no combate o preconceito religioso na cidade.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
22 de Janeiro de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Nenhuma programação disponível
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
03:00 - Show do Mário Belisário
09:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Samba Social Clube
15:00 - Show da Galera
21:00 - Botequim do Mister
06:00 - Fala Garotinho
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »