Rio

‘Tentei manter a calma’, diz repórter feita de refém na Globo

Marina Araújo falou sobre o caso pelas redes sociais

Por Redação Tupi

(Foto: Reprodução / TV Globo)

Marina Araújo, repórter feita refém na TV Globo por um homem armado com uma faca, agradeceu os fãs e relembrou o caso pelas redes sociais, nesta quinta-feira (11).

“Agradeço imensamente pelas mensagens de solidariedade e carinho, depois do episodio. Me vi em uma situação limite, incontrolável, mas tentei manter a calma. Tive fé. Falei o que podia pra acalmar os ânimos. Contei historias e deu certo. Agradeço ao coronel Heitor e a Renata…E todos que ficaram do meu lado até eu vir pra casa”, escreveu a jornalista.

Na ocasião, Marina estava em frente à emissora, quando foi abordada com um homem que, segundo a TV Globo, se tratava e alguém com distúrbios mentais, sem nenhuma conotação política, e exigia falar com Renata Vasconcelos. Ninguém ficou ferido e o homem foi preso.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Julho de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »