Esportes

Pia Sundhage valoriza experiência com diferentes gerações na Seleção Feminina

Comandante brasileira citou o exemplo da experiente Formiga e da jovem Giovana para elogiar a boa combinação presente no plantel da Seleção.

Por Redação Tupi

Foto: CBF

A presença da experiente Formiga e da jovem Giovana no período de treinos da Canarinho, em Portimão (POR), demonstra uma mistura de gerações bastante valorizada pela técnica Pia Sundhage. De acordo com a comandante, essa combinação é essencial para valorizar o trabalho já feito e se preparar da melhor forma para o futuro.

Durante coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (26), a técnica do Brasil destacou a importância desse ‘choque’ de gerações, a fim de promover uma troca e haver uma melhora significativa de desempenho. É exatamente isso que Pia tem notado durante os treinamentos com as jogadoras atuantes na Europa, Estados Unidos e China. Os treinos em Portugal se encerram nesta terça-feira (27), conforme prevê o período de Data FIFA.

“Até agora, essa experiência com as jogadoras mais jovens e mais experientes tem sido fantástica. Até porque resume como tem sido (o futebol feminino) e como será daqui para frente. Dá para imaginar ter a Formiga e a Giovana no mesmo campo jogando na mesma época e trocando passes? Para mim, isso é muito legal. Mostra o futuro do Brasil e ao mesmo tempo evidencia tudo que já conquistamos até agora”, destacou a treinadora.

 

Foto: CBF

Anteriormente, em setembro, na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), Pia reuniu as jogadoras que atuam no futebol nacional para uma janela de atividades. Perto do fim das duas experiências, a treinadora comparou os períodos de preparação e ressaltou que o objetivo é unir as melhores atletas com um mesmo pensamento e estilo de jogo, em busca da melhor formação para a disputa dos Jogos Olímpico de Tóquio 2020 (adiados para 2021).

“Esses dois períodos de treinos têm sido extremamente importantes. Tivemos muitos dias juntas, e é um pouco diferente. Aqui na Europa, em Portugal, a intensidade é um pouco mais alta. Por isso que é importante pensar como vamos combinar essas duas convocações (com atletas de fora e do futebol nacional). Porque no final das contas, enfatizamos nossa ideia de jogo em ambos os grupos. Existem boas jogadoras em todo canto do mundo, mas o objetivo é juntar essas atletas com a mesma mentalidade e um objetivo em comum. Do ponto de vista da ideia de jogo e da intensidade, os treinos de ambas convocações têm sido muito bons. Valorizo e sou grata por isso”, analisou Pia.

Foto: CBFDesde que chegou ao comando da Seleção Feminina Principal, a técnica do Brasil tem tentado compreender a cultura do país. Através, principalmente, da música, Pia esbanjou carisma ao se arriscar com cantorias e danças de artistas como Alçeu Valença e Raça Negra, por exemplo. A identificação da comandante foi tanta que rapidamente ela caiu nas graças dos torcedores.

“Ao meu ver, isso começou e tem a ver com demonstrar respeito pela cultura que estou conhecendo. Se você consegue criar uma atmosfera, uma parecida com um ‘lar’, você vai acabar jogando um futebol melhor, consequentemente. É sobre criar essa atmosfera boa para obter performances muito boas. Estou tentando, observo ao redor, tento aprender e absorver essa nova cultura”, concluiu a técnica da Canarinho.

Com informações da CBF*

Comentários
enquete

Os quatro maiores clubes do Rio se sairão melhor na segunda rodada do carioca?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Março de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »