Conecte-se conosco

Sentinelas 15:55h

Frio faz preços dos alimentos dispararem no país

Confira o que foi destaque no Sentinelas da Tupi Especial desta quinta-feira

Publicado

em

Frio faz preços dos alimentos dispararem no país Sentinelas da Tupi Especial
Frio faz preços dos alimentos dispararem no país (Foto: Erika Corrêa/ Super Rádio Tupi)

O preço dos alimentos sobe enquanto a temperatura desce, a relação, inversamente proporcional, indica que o frio, além de interferir na qualidade dos produtos, pode torná-los ainda mais caros. Hortaliças, café, milho, banana e cana-de-açúcar, segundo especialistas, costumam ser mais sensíveis a baixas temperaturas e geadas e estão entre os itens que mais subiram de preços nos últimos 12 meses, pressionando a inflação.

Como superar os altos preços em meio as baixas temperaturas?

Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da USP, alguns alimentos como batata, alface e tomate não resistem à ocorrência de geadas. No entanto, os técnicos ainda não identificaram quebras de safra.

O superintendente de Estudos de Mercado e Gestão da Oferta da Companhia Nacional de Abastecimento, Conab, Allan Silveira, fala sobre a oferta destes produtos com a chegada do inverno.

 

Todas as regiões brasileiras produzem hortaliças folhosas. Porém, de acordo com o Centro de Estudos, as regiões Sudeste e Sul concentram a maior parte da produção.

O economista Gilberto Braga ressalta que o frio altera o abastecimento e impacta nos preços dos produtos.

 

Para Braga, mesmo após o período de baixas temperaturas, não há previsão de queda de preços para este ano.

 

A repórter Camila Moraes está no Centro Rio, para dos consumidores, como eles estão driblando os preços altos dos alimentos.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.