Brasil

Ação da Cidadania encerra ‘Brasil Sem Fome’ com doação de 100 milhões de pratos de comida

Campanha foi lançada no início do ano dando continuidade ao "Natal Sem Fome", que retorna em outubro

Por Redação Tupi

Ação da Cidadania
Ação da Cidadania encerra Brasil Sem Fome com doação de 100 milhões de pratos de comida (Foto: Divulgação)

Cem milhões de pratos de comida e 20 mil toneladas de alimentos em sete meses. Assim termina a campanha Brasil Sem Fome, da Ação da Cidadania, que mobilizou sua grande rede de comitês e voluntários em todos os 26 estados e no Distrito Federal para levar alimentos aos mais atingidos pela crise da pandemia da Covid-19. Lançada em fevereiro de 2021, a campanha chegou ao fim no final de setembro com mais de dez milhões de pessoas beneficiadas e dois milhões de cestas entregues em todo o país.

O “Brasil Sem Fome” foi projetado para dar continuidade à campanha Natal Sem Fome, concluída em janeiro. Diante do agravamento da insegurança alimentar no país, a Ação da Cidadania decidiu prolongar a entrega de cestas, dando início a uma das maiores campanhas de arrecadação da entidade desde sua fundação em 1993. “A fome não é uma criação da natureza, é uma criação do ser humano. Nós é que fazemos com que as pessoas sintam fome. Todos nós somos responsáveis, mas a fome tem solução”, reitera Rodrigo “Kiko” Afonso, diretor-executivo da Ação da Cidadania.

Em pouco mais de um semestre foram arrecadados R$ 100 milhões entre doações de empresas e também da sociedade civil, e nos canais oficiais da ONG. Os alimentos foram entregues em todos os estados, incluindo regiões de difícil acesso, como ribeirinhas, indígenas, quilombolas e favelas de todo o país. Norte e Nordeste foram os que mais receberam cestas. “O trabalho para chegar a esses locais só foi possível porque a Ação da Cidadania conta com uma rede gigante de entidades parceiras”, conclui Kiko.

Segundo dados da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Penssan), 19,1 milhões de brasileiros vivem hoje em situação de insegurança alimentar grave, ou seja, não têm o que comer. O estudo aponta ainda que 116,8 milhões de pessoas conviveram com algum grau de insegurança alimentar no final de 2020, quando foi realizada a pesquisa, o que corresponde a 55,2% dos domicílios.

Mais de 30 empresas foram parceiras na campanha Brasil Sem Fome, que teve o apoio institucional da Rede Brasil do Pacto Global, Centro de Excelência Contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos da ONU (WFP) e Movimento Bem Maior.

Nos próximos dias, a Ação da Cidadania dá início ao Natal Sem Fome 2021 (www.natalsemfome.org.br), uma das maiores mobilizações solidárias da sociedade civil, que ocorre desde 1994 e já ajudou mais de 20 milhões de pessoas por todo o Brasil a terem um Natal digno. A maior campanha contra a fome da América Latina foi relançada em 2017 e a arrecadação desde a sua criação é de cerca de 35 milhões de quilos de alimentos.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
26 de Outubro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Tupi na Rede
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »