Ciência e Saúde

‘Agosto Dourado’ incentiva amamentação e especialista tranquiliza: ‘Mães com Covid-19 devem continuar aleitamento’

Iniciativa fornece anticorpos para o bebê e fortalece seu sistema imunológico

Por Victor Yemba

Na imagem, mãe amamentando o filho
Agosto Dourado incentiva amamentação e especialista tranquiliza: ‘Mães com Covid 19 devem continuar o aleitamento’ (Divulgação)

O mês de agosto é mundialmente conhecido por simbolizar a luta pelo incentivo à amamentação. A iniciativa foi batizada como “Agosto Dourado” – a cor dourada está relacionada ao padrão ouro de qualidade do leite materno. Durante a pandemia Covid 19, essa mobilização ganha ainda mais sentido: milhões de mães mundo afora ainda questionam a amamentação em caso de infecção pelo vírus.

“A mãe deve amamentar. Porque o vírus não passa através do aleitamento, mas ela sim pode passar anticorpos que protegem o bebê. Então não tem contra indicação, muito pelo contrário, a mãe ajuda na proteção de seu bebê, amamentá-lo vai na verdade protegê-lo e não prejudicá-lo”, conta.

O especialista esclareceu as dúvidas mais frequente sobre o tema:

Qual a importância do mês de conscientização do aleitamento materno?

É de extrema importância, porque através da amamentação exclusiva, principalmente nos 6 primeiros meses do recém-nascido, a mãe consegue não só passar nutrientes necessários para o desenvolvimento do bebê, como reforçar seu sistema imunológico, que ainda não está completamente maduro. A amamentação é fundamental, diminuindo riscos de doenças (principalmente respiratórias), e aumentando a saúde desse bebê, não só durante a infância mas durante toda a sua vida.

 

Ainda existe resistência ao aleitamento?

Felizmente diminuiu muito na última década. Principalmente nas décadas de 70 e 80, com a chegada dos leites industrializados para o bebê, e com a entrada da mulher no mercado de trabalho, mais ativa profissionalmente, muitas deixaram de dar importância ao aleitamento materno. Mas, posteriormente a isso, muitos estudos comprovaram a eficácia da amamentação, e hoje vemos muito menos resistência do que víamos há 20 anos atrás.

 

As mulheres voltaram a programar a gravidez para os mesmos patamares de antes da pandemia?

Em 2020, principalmente no período de abril até agosto, houve uma diminuição muito grande das pacientes que queriam engravidar, devido a pandemia. Porém, com o prolongamento dessa pandemia, as mulheres voltaram a programar suas gestações, até porque nós sabemos que as chances de engravidar tem uma relação direta com a idade da mulher. Muitas com idades acima dos 35 ou 40 anos não poderiam esperar o fim da pandemia para pensar em engravidar.

 

É comprovado a transmissão de anticorpos pelo aleitamento materno?

Sim, já tem estudos que comprovam, inclusive os anticorpos obtidos por vacinas, não só a de Covid, mas de outras vacinas, que passam através do leite materno para a criança.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Setembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »