Celebridades

André Marques revela que foi o primeiro a encontrar Tom Veiga morto: ‘Muito difícil para mim’

Apresentador foi até a casa do intérprete de Louro José, após não conseguir entrar em contato com ele

Por Redação Tupi

Apresentador foi até a casa do intérprete de Louro José, após não conseguir entrar em contato com ele
(Foto: Reprodução/Instagram)

Em vídeo divulgado na noite do último domingo (01), por meio das redes sociais, o apresentador André Maques revelou que foi a primeira pessoa a chegar na casa de Tom Veiga, o intérprete do personagem Louro José. Emocionado, André relatou que ao encontrar Tom, ele já estava sem vida.

De acordo com o apresentador da TV Globo, tudo começou quando ele recebeu uma ligação de um amigo em comum com Tom, no momento em que se encaminhava para o aeroporto. No telefonema, André foi indagado se estava junto com o intérprete de Louro José, pois ambos tinham compromissos em São Paulo. Sem conseguir entrar em contato com ele, decidiu ir até a casa de Tom Veiga na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

“‘André, você está com o Tom? Porque ele tinha que ir para São Paulo, você também não tinha que ir para São Paulo?”, iniciou o relato.  “Porque eu ia. Aí, eu estava indo para o aeroporto e eu voltei. Falei: ‘vou lá na casa dele porque ele não está atendendo’. Aí, eu fui o primeiro a chegar lá”, prosseguiu o apresentador, com a voz embargada.

Na sequência, André Marques aproveitou para falar da relação que tinha com Tom. “É muito difícil para mim, falar do Tom porque era um dos meus melhores amigos. Eu acabei de chegar lá da casa dele. A gente estava todo dia juntos, todo dia via aqui em casa, na minha loja, eu fazia comida para ele. Ele era um personagem de sucesso, mas ele era mais sucesso ainda. Era um cara querido. Eu apresentava ele para os outros: ‘Ele que faz o Louro José’. ‘Caraca, pô, grava um vídeo, grava um áudio para a minha mãe, que é sua fã’. Ele fazia para todo mundo”, declarou.

“Peço para vocês orarem por ele porque a essa hora ele já está fazendo um monte de gente rir. Papai do céu estava precisando de um cara maneiro, fera, paizão e amigo de todo mundo, uma unanimidade. Deveria estar sem muita gente lá assim, só pode ser (…) Ele era um cara demais”, concluiu.

 

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
04 de Dezembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »