Destaques

Cemitério clandestino: Quadrilha de milicianos é investigada por matar pelo menos 50 pessoas e sumir com os corpos

Miliciano ligado a Orlando Curicica é procurado pela Polícia

Por Isaac Santos

Rosto do miliciano Playboy
Foto/Reprodução Portal dos Procurados

O Portal dos Procurados divulgou um cartaz para ajudar a Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo/Itaborái (DHNSGI) com informações que possam levar a captura do ex-PM Alexandre Louback Geminiani, conhecido como Playboy.

Ele é considerado um dos principais integrantes da milícia que atua em Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio. Investigações apontam que Louback é ligado ao também ex-PM e miliciano Orlando Oliveira de Araújo, o Orlando Curicica, que há cerca de dois anos expandiu os negócios para Itaboraí.

Antes de o grupo paramilitar atuar na região, o tráfico dominava a área. Após a chegada dos milicianos, traficantes começaram a aparecer mortos, com corpos deixados pelas ruas da cidade, uma forma de intimidar a população. Isso despertou a atenção da polícia e fez com que a quadrilha passasse a ocultar os cadáveres.

Segundo a Polícia Civil, a partir de então, a quadrilha comandada por Curirica também se tornou responsável, além de homicídios, pelo desaparecimento de pessoas na cidade.

Em determinada ocasião, um cemitério clandestino foi encontrado por policiais da Delegacia de Homicídios. Há a suspeita de que a quadrilha, comandada por Orlando Curicica, matou pelo menos 50 pessoas e sumiu com os corpos.



Comentários

Botão Calendário de Vacinação



AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Junho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show de Bola
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »