Conecte-se conosco

Destaques

Corpo de Bombeiros do Rio divulga balanço de socorros nas praias

Número é 38 % menor quando comparado com o mesmo período do ano passado

Publicado

em

Corpo de Bombeiros procura por militar da Marinha desaparecido na praia de Itacoatiara
(Foto: Tatiana Campbell / Super Rádio Tupi)
Corpo de Bombeiros procura por militar da Marinha desaparecido na praia de Itacoatiara

(Foto: Tatiana Campbell / Super Rádio Tupi)

Nos primeiros 15 dias do ano, período de fortes chuvas em todo o Estado, guarda-vidas do Corpo de Bombeiros RJ realizaram 643 resgates no mar.

O número é 38 % menor quando comparado com o mesmo período do ano passado. A redução, segundo a corporação, também está relacionada às estratégias de prevenção reforçadas com o implemento de bandeiras de sinalização e totens informativos, por exemplo.

Até março, a corporação está empenhada na Operação Verão 2021/2022, reforçando as ações táticas de prevenção e salvamento marítimo em todo o Estado. Nesta época, há registros de aumento significativo da frequência de banhistas e do tráfego de embarcações em praias.

O planejamento estratégico da corporação para o período engloba a ampliação do efetivo empenhado na orla fluminense, por meio do pagamento do Regime Adicional de Serviço (RAS), além de investimentos de mais de R$3 milhões em viaturas e equipamentos.

Outros dados (RECORTE):

*Capital*

*01/01/2021 a 15/01/2021* 511 resgates

*01/01/2022 a 15/01/2022* 341 resgates

*Niterói* 

*01/01/2021 a 15/01/2021* 130 resgates

*01/01/2022 a 15/01/2022* 47 resgates

*Cabo Frio*

*01/01/2021 a 15/01/2021* 217 resgates

*01/01/2022 a 15/01/2022* 121 resgates

Recomendações do Corpo de Bombeiros RJ para evitar afogamentos: 

– Procurar sempre locais próximos aos postos de guarda-vidas;

– Respeitar as placas e/ou bandeiras de sinalização;

– Perguntar ao guarda-vidas qual o local mais apropriado para o banho de mar;

– Não ingerir bebidas alcoólicas e entrar no mar;

– Evitar entrar na água logo após se alimentar;
– Não desviar a atenção das crianças. Vale identificá-las com nome e telefone para contato;
– Caso saiba e pretenda nadar, a orientação é praticar a atividade paralelamente à areia;

– Evitar locais que são conhecidos como points de surfistas. Desta forma, é possível prevenir acidentes com pranchas.

 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.