Sentinelas da Tupi

Hacker se passou por Moro em aplicativo de conversa

No dia 4 de junho, o ministro da Justiça disse que o celular pessoal havia sido alvo de um ataque cibernético

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

O hacker responsável pelo ataque cibernético no aparelho celular do ministro da Justiça, Sérgio Moro, se passou por ele no aplicativo de conversas Telegram, de acordo com a reportagem do jornal O Globo.

Nas provas obtidas pela Polícia Federal, que investiga o caso, que ocorreu no dia 4 de junho, um funcionário de Moro no Ministério da Justiça recebeu, às 02h17, uma mensagem do telefone do ministro, com o link de uma reportagem publicada no site do ministério.

“Boa noite. O que achou dessa matéria?”, disse o hacker que se passava por Moro ao funcionário. Ele, por sua vez, respondeu: “vou ler”.

O criminoso também conversou com um jornalista da “Gazeta do Povo”, jornal de Curitiba, que o abordou ao receber uma notificação de informe quando um usuário se inscreve no Telegram.

Comentários
enquete

Vale a pena se tornar vegetariano só para agradar o (a) parceiro (a)?
Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Setembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Ele & Ela
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Samba Social Clube
15:00 - Show da Galera
21:00 - Show de Bola
12:00 - Patrulha da Cidade
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »