Patrulhando a Cidade

Idosa volta ao convívio da família após viver mais de 40 anos em escravidão

Segundo as investigações, nos últimos 41 anos, a vítima  cuidou de uma família de oito pessoas e de seis cachorros sem receber remuneração pelo serviço

Por Deysi de Assis

Uma idosa, de 63 anos, que viveu quatro décadas sob condições análogas à escravidão, voltou para a casa da família. Ela foi resgatada há dois meses por uma força-tarefa do Ministério Público do Trabalho e estava recebendo cuidados em um abrigo da Prefeitura do Rio.

“A violação de direitos foi substituída no abrigo por vivência comunitária, fortalecendo os vínculos sociais da idosa para a sua reinserção”, disse a assistente social que acompanhou-a bem de perto nos últimos dois meses. Depois que a família foi encontrada, a vivência com os parentes foi sendo restabelecida até que ela passasse a morar com eles.

Segundo as investigações, nos últimos 41 anos, a vítima  cuidou de uma família de oito pessoas e de seis cachorros  sem receber remuneração pelo serviço. Além disso, era obrigada a catar latinhas na rua para vendê-las e entregar o dinheiro a dona da casa.

A idosa dormia em um cômodo sem luz elétrica, num colchão precário e nunca teve a chance de casar-se, ter filhos ou comprar uma roupa ou um simples perfume na farmácia mais próxima.

 

Comentários

enquete

Fluminense tem chances de avançar na Libertadores?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
06 de Maio de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Cidinha Livre
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »