Conecte-se conosco

Ciência

INCA identifica aumento da procura por tratamento para deixar de fumar no SUS

Em 2021, todas as regiões brasileiras registraram alta na procura pelo serviço

Publicado

em

inca
INCA identifica aumento da procura por tratamento para deixar de fumar no SUS

Mais de 100 mil pessoas iniciaram tratamento para deixar de fumar nas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) em 2021. Os dados são da Divisão de Controle do Tabagismo do Instituto Nacional de Câncer (INCA), divulgados nesta segunda-feira, 29, Dia Nacional de Combate ao Fumo.

A análise apresenta os resultados do monitoramento do tratamento disponibilizado à população fumante, pelo Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT), coordenado pelo INCA, com informações de todas as secretarias estaduais de saúde do País. Comparados com o ano de 2020, os números de 2021 revelam aumento de 35% na procura pelo atendimento nas unidades da Atenção Básica, centros de Atenção Psicossociais (Caps) e de Atenção Especializada.

“Apesar de ainda serem observados reflexos da pandemia, houve de fato, aumento da busca pelo tratamento para o tabagismo, que pode ser atribuída à desaceleração de casos de Covid-19 com retorno de pessoas nas unidades de saúde”, detalha Vera Borges, técnica da Divisão de Controle do Tabagismo do INCA.

Entre janeiro e abril do ano passado, as regiões Sudeste (41%) e Sul (23%) foram as maiores responsáveis pelo aumento na procura pelo serviço. Mesmo com pequenas oscilações, a tendência de alta foi mantida em todo o Brasil, entre maio e dezembro. No recorte por gênero, as mulheres foram as que mais buscaram o tratamento, representando 55% de todos os atendimentos concentrados na Atenção Básica.

Além do acolhimento à população, o PNCT, em parceria com as coordenações estaduais de tabagismo capacitam servidores das redes estaduais e municipais de saúde para desenvolverem e acompanharem cada caso. Entre 2020 e 2021, cerca de 8 mil profissionais passaram por treinamento, o que contribuiu para o aumento no número de pacientes atendidos.

Treinamento sobre legislação e fiscalização

O INCA, em parceria com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), e apoio da The Union (União Internacional de Combate à Tuberculose e Câncer de Pulmão), coordena treinamento sobre legislação e fiscalização de produtos de tabaco e dispositivos eletrônicos para fumar aos profissionais das vigilâncias sanitárias estaduais e municipais dos estados da Paraíba e do Tocantins, como parte da comemoração do Dia Nacional de Combate ao Fumo.

Esses treinamentos visam atualizar e instrumentalizar profissionais para atuarem na fiscalização dos estabelecimentos de varejo, bares, restaurantes e outros estabelecimentos coletivos em relação às regras de consumo, publicidade, venda e exposição dos produtos de tabaco e estão em acordo com os artigos da Convenção-Quadro da Organização Mundial da Saúde para o Controle do Tabaco.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *